Fale Conosco

20 de dezembro de 2011

Procon eleva índice de resolução de problemas dos consumidores no primeiro atendimento



Entre os meses de janeiro e os primeiros 20 dias de dezembro, o Procon Estadual da Paraíba elevou o índice de resolutividade dos problemas dos consumidores no primeiro atendimento. No período, o órgão recebeu 11.817 demandas de consumidores, das quais 3.341 foram resolvidas no atendimento preliminar, ou seja, sem a necessidade de abertura de um processo. Os resultados foram apresentados pela secretária executiva do Procon-PB, Klébia Ludgério, nesta terça-feira (20), durante a realização da comemoração do Natal com os consumidores.

No mesmo período do ano passado, este índice girava em torno de 15%. “Queremos que o consumidor tenha o problema resolvido o mais rápido possível e por isso temos nos esforçado para que as empresas ofereçam soluções para os problemas de imediato. O resultado deste esforço é o aumento do percentual de resoluções no atendimento preliminar”, ressaltou Klébia.

Os casos que não são resolvidos no atendimento preliminar são encaminhados para a realização de audiências. Neste ano, foram realizadas 9.800 mediações e em 33,7% dos casos já foi firmado um acordo entre os consumidores e as empresas, resolvendo as pendências existentes. Já 42,9% das audiências ainda estão em andamento por terem sido remarcadas pelos consumidores ou estarem aguardando apresentação de recursos pelas empresas.

Além disto, entre janeiro e novembro foram emitidos cerca de dois mil pareceres pela Consultoria Jurídica. Desses, mil estavam pendentes desde 2006 e receberam pareceres graças a um mutirão realizado pelo setor.

Entre janeiro e dezembro deste ano, o Procon-PB realizou também 732 fiscalizações em estabelecimentos, motivadas por pedidos de consumidores. Também foram realizadas campanhas específicas em postos de combustíveis, supermercados e outros estabelecimentos comerciais.

Natal com os consumidores – Celebrando a chegada do final de 2011 e as realizações ao longo do ano, o Procon Estadual realizou na manhã desta terça-feira (20) uma confraternização com os consumidores. Quem foi ao órgão, conferiu a apresentação do Coral Infantil São Francisco das Chagas, regido pelo maestro Jean Fidelis, e participou de um café da manhã comemorativo.

“O consumidor é a razão de nosso trabalho e no final do ano não poderíamos esquecer deste momento de confraternização com eles”, disse a secretária executiva do Procon-PB.

Com 14 anos de fundação, o Coral São Francisco das Chagas é formado por 35 crianças entre cinco e 17 anos, estudantes de escolas públicas de João Pessoa.

Recesso – Até o dia 6 de janeiro, o funcionamento da sede do Procon estadual terá o horário alterado. Seguindo o recesso forense e da Defensoria Pública, o órgão funcionará em regime de plantão, com funcionamento dos setores de atendimento e fiscalização das 13h às 18h. Os prazos para a apresentação de recursos e realização de mediações ficarão suspensos, retomando no primeiro dia útil após o término do recesso.

O consumidor que estiverem João Pessoae precisar registrar reclamações no período da manhã, poderá ir até os núcleos de atendimento do Procon-PB na Casa da Cidadania de Jaguaribe ou na sede da PBTur, em Tambaú.