Fale Conosco

25 de setembro de 2017

Procase participa de audiências públicas itinerantes sobre o uso e gestão das águas do Rio São Francisco



O Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase), representado pelo gerente de Desenvolvimento Produtivo e Inserção de Mercado, Alex Pimentel, participou, na última sexta-feira (22), de audiências públicas itinerantes realizadas pela Assembleia Legislativa do Estado da Paraíba, por meio de propositura da deputada estadual Estela Bezerra, com o objetivo de discutir o uso e a gestão das águas do projeto de integração do Rio São Francisco. As audiências aconteceram nos municípios de Barra de São Miguel e São Domingos do Cariri, e foram as primeiras de uma série de discussões que irá percorrer oito municípios do Cariri paraibano, dialogando com a população que será diretamente beneficiada com as águas da transposição.

Também participaram das audiências a Superintendência de Administração do Meio Ambiente (Sudema), na pessoa no superintendente João Vicente Machado; o gerente regional da Cagepa Borborema, Ronaldo Menezes; o presidente da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa), João Fernandes; o presidente da Federação dos Trabalhadores na Agricultura do Estado da Paraíba (Fetag-PB), Márcio Luis de Oliveira; os vereadores Cici e Biu Truta, da Câmara Municipal de Barra de São Miguel; e o suplente de vereador da Câmara Municipal de Barra de São Miguel, Tota Rodrigues; com a condução e mediação da deputada estadual Estela Bezerra.

Em sua fala, o gerente de Desenvolvimento Produtivo e Inserção de Mercado do Procase, Alex Pimentel, apresentou os objetivos e forma de atuação do Projeto, destacando as ações que podem contribuir com os arranjos produtivos existentes nas regiões abastecidas pelo Rio São Francisco. Ressaltando ainda que, além dos projetos já em desenvolvimento pelo Procase, mais cerca de R$ 40 milhões serão investidos até 2018, em projetos produtivos, sistemas de captação de água e irrigação, e em ações de capacitação e assessoria técnica para estimular o uso correto e equilibrado dos equipamentos e recursos disponíveis, beneficiando comunidades rurais do semiárido paraibano.

O público alvo dessas audiências itinerantes são os pequenos agricultores e produtores locais, e o fruto das discussões realizadas será consolidado em documento, que servirá de orientação para potencializar a cadeia produtiva nas regiões abastecidas pelas águas do Rio São Francisco, buscando aproveitar da melhor forma a oferta hídrica disponível.

O Projeto de Integração do Rio São Francisco é a maior obra de infraestrutura hídrica do Brasil, contemplando os estados de Pernambuco, Paraíba, Ceará e Rio Grande do Norte, atendendo a uma população de cerca de 12 milhões de habitantes, em 390 municípios.

De acordo com uma resolução da Agência Nacional das Águas – ANA, o Sistema Hídrico Rio Paraíba-Boqueirão permite o uso da água somente para consumo humano, para matar a sede de animais e para atividades de subsistência, como a agricultura familiar. Aproximadamente 1.000 propriedades no rio Paraíba e no reservatório Boqueirão serão beneficiadas.

O Procase é fruto da parceria entre o Governo do Estado da Paraíba e o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (Fida), Organização das Nações Unidas (ONU), beneficiando 56 municípios do semiárido paraibano, e visa fortalecer a agricultura familiar e contribuir para o desenvolvimento rural sustentável, reduzindo os níveis de pobreza rural e fortalecendo ações de prevenção e mitigação da desertificação.