Fale Conosco

4 de novembro de 2013

Procase divulga entidades que compõem comitê gestor



O Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú (Procase) divulgou, nesta segunda-feira (4), no Diário Oficial do Estado, a lista das entidades e seus respectivos representantes que irão compor o comitê gestor do projeto. O grupo será formado por representações do Governo Federal, Governo Estadual, movimentos sociais e sociedade civil organizada.

Além de revisar e fazer sugestões ao plano de trabalho e orçamento do projeto visando ao seu melhor desempenho, o comitê funcionará como um fórum de debates, intercâmbio, e articulação entre os programas e projetos, com o objetivo de facilitar a colaboração interinstitucional.

 “Queremos fazer uma construção coletiva do projeto, por isso o comitê diretor está composto por dezoito entidades, de diferentes naturezas e esferas, mas que possuem em comum o desejo de trabalhar para o desenvolvimento territorial com projetos produtivos sustentáveis que visem à convivência com a estiagem e à erradicação da pobreza”, comentou o secretário estadual de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca, Marenilson Batista.

O comitê gestor também tem por objetivo facilitar a proximidade entre as instituições governamentais a partir dos programas e projetos estaduais e federais de combate à pobreza rural, e projetos ambientais desenvolvidos por instituições governamentais e da sociedade civil.

Investimentos produtivos – Também foi divulgada a lista das entidades que irão compor o comitê de gestão dos investimentos produtivos do projeto. O grupo de doze entidades irá analisar, a partir de pareceres técnicos, os planos de negócios e de fortalecimento produtivo e organizacional; decidir sobre prioridades estratégicas, regras e procedimentos; aprovar os termos de referência para os estudos e relatórios de viabilidade socioeconômica e ambiental; decidir sobre o financiamento dos investimentos propostos, e estabelecer normas, diretrizes, instruções, critérios e padrões relativos aos investimentos produtivos.

O projeto - O Projeto de Desenvolvimento Sustentável do Cariri, Seridó e Curimataú tem por objetivo melhorar de maneira sustentável a renda agrícola e não agrícola, os ativos produtivos, as capacidades organizacionais e as práticas ambientais nas áreas rurais mais pobres da região semiárida da Paraíba. Resultado da parceria entre o Governo do Estado e o Fundo Internacional para o Desenvolvimento Agrícola (Fida), o projeto beneficiará 56 municípios do semiárido paraibano, onde serão investidos US$ 49,6 milhões, aproximadamente R$ 100 milhões, sendo 50% dos recursos oriundos do Fida e 50% do Governo, para um período de seis anos.