Fale Conosco

30 de junho de 2011

Primeiros financiamentos do Empreender-PB serão liberados até o fim de julho



Alguns dos primeiros negócios coletivos inscritos no Programa de Apoio ao Empreendedorismo da Paraíba (Empreender-PB) já começaram a elaborar seus planos de negócios esta semana. Neste grupo estão cooperativas e associações de Pedra Lavrada, Picuí, Pombal, Juazeirinho e Bananeiras, que poderão receber um investimento total da ordem de R$ 2 milhões, caso tenham seus financiamentos aprovados. A meta do Empreender-PB é liberar os primeiros financiamentos até o final deste mês de julho.

Segundo a Gerência de operações do Empreender-PB, os grupos produtivos que vão ser capacitados para fazer os planos de negócios são os que já fizeram inscrições e tiveram a documentação aprovada. A próxima etapa para estes inscritos será a análise dos planos pela equipe técnica do Programa. Caso os planos sejam aprovados, um parecer será encaminhado para apreciação do conselho gestor do Empreender-PB e, em seguida, os recursos já poderão ser liberados.

Um dos grupos que já podem fazer seu plano de negócios é do setor mineral de Pedra Lavrada, que envolve mais de seis mil pessoas e pode receber um financiamento de até R$ 500 mil na linha de capital social, que prevê a formação de uma sociedade público-privada. Esta mesma linha de crédito poderá beneficiar associações de produção de hortifruti e de laticínios da cidade de Pombal, também com um investimento de até R$ 500 mil. “A idéia é envolver todo o setor produtivo da cidade”, revelou a gerência de operações do Empreender-PB.

Também já teve inscrição aprovada o projeto do setor de produção de polpa de frutas de Picuí, que conta com 300 produtores de 12 municípios da região do Curimataú. O grupo poderá acessar um crédito de até R$ 150 mil, o que aumentará em 12 vezes a sua produção atual, que pode ser elevada de quatro para 50 toneladas por mês, após o incentivo.

Outra proposta de financiamento pode beneficiar o comércio de Juazeirinho, promovendo a reorganização das feiras que estão localizadas no entorno da BR 230, que corta a cidade. A equipe do Empreender-PB visitará o município, na próxima terça-feira, para analisar o potencial do empreendimento. Também serão visitadas, na próxima semana, associações de piscicultores, apicultores e avicultores de Bananeiras, que solicitaram financiamentos do Empreender-PB.

“Ao todo, estes empreendimentos poderão receber recursos da ordem R$ 2 milhões, caso tenham seus plano de negócios aprovados”, afirmou a gerência de operações do Empreender-PB. O primeiro edital do Empreender-PB foi aberto no último dia 7 de junho, disponibilizando R$ 5 milhões com financiamentos de até R$ 500 mil para negócios coletivos.