Fale Conosco

19 de março de 2010

Primeira etapa regional acontecerá em Campina Grande no próximo dia 23



Com mais de seis mil empreendedores da economia solidária na Paraíba, segundo mapeamento da Secretaria Nacional de Economia Solidária, o governo do Estado está convocando produtores para a II Conferência Estadual de Economia Solidária, que ocorrerá de 23 a 25 de abril, no Centro de Educação da Polícia Militar, em João Pessoa.

Antes da Conferência Estadual, serão realizadas três conferências regionais. A primeira será na cidade de Campina Grande, no próximo dia 23, envolvendo municípios do Agreste e do Cariri. Em João Pessoa, ocorrerá no dia 29, reunindo as cidades da Zona da Mata. Já em Cajazeiras, reunindo representantes de cidades do Sertão, acontecerá no dia 31 deste mês.

A média de faturamento desses produtores de 129 cidades do Estado chega a R$ 15 milhões por mês, de acordo com mapeamento realizado em 2006. O evento é coordenado pela Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humano (SEDH), que está ativando o Núcleo de Inclusão Produtiva e implantará a partir de maio o projeto de apoio a iniciativas de inclusão produtiva de 125 empreendimentos econômicos em 55 cidades.

Com o lema “Pelo Direito de Produzir  e Viver em Cooperação de Maneira Sustentável”, o Governo discutirá na conferência os avanços, desafios e limites da produção com 150 entidades de apoio, empreendedores e gestores que apóiem iniciativas de grupos de produção, associações e cooperativas que trabalhem com a perspectiva de autogestão e práticas solidárias.

Segundo o coordenador da comissão organizadora do evento, Ronildo Monteiro, o maior número de produtores dos empreendimentos na Paraíba tem atividade relacionada com agricultura. “ Os artesãos também são uma parcela significante na produção e nosso objetivo é discutir as formas de organização econômica baseadas no trabalho associado e os instrumentos para efetivação de políticas públicas de economia solidária”, disse.

Nas etapas regionais serão eleitos os delegados para participar da Conferência Estadual, que também terá que eleger 44 delegados para a Conferência Nacional, que ocorrerá de 16 a 18 de junho, em Brasília.
 

Janaína Araújo, da Assessoria de Imprensa da SEDH