Fale Conosco

16 de dezembro de 2015

Prima apresenta concerto de Natal em Campina Grande nesta quinta-feira



O Governo do Estado, por meio do Projeto de Inclusão Social através da Música e das Artes (Prima), apresenta o primeiro concerto de Natal nesta quinta-feira (17), em Campina Grande. A apresentação contará com 160 alunos de todos os polos do Projeto, que, desde domingo (13) estão na cidade com ensaios diários. No repertório, composições de Richard Strauss, Jean Sibelius e do brasileiro Heitor Villa-Lobos. Na sexta-feira (18), a apresentação natalina do Prima contemplará João Pessoa. Os alunos se dividem em orquestra e coral.

O gestor do Projeto, maestro Alex Klein, disse que as expectativas são as melhores possíveis. “Essa apresentação natalina é o resultado de um trabalho que desenvolvemos ao longo de todo o ano. O Prima tem sido modificado para atender aos anseios de nossos jovens, mas com a base cada vez mais sólida: a inclusão. Inclusão que é alcançada com muita disciplina, dedicação. Por isso, não tenho dúvidas de que esses 160 alunos apresentarão um espetáculo grandioso, que emocionará a todos”, afirmou, destacando o nível de dificuldade do repertório.

A apresentação da Orquestra do Prima em Campina Grande está marcada para as 19h30, no Centro de Treinamento de Professores, próximo a Caic das Malvinas. “As composições que serão executadas irão, certamente, encantar a todos, mas também o fato de o público poder apreciar o desempenho desses alunos, vindos de comunidades carentes, apresentando um trabalho em pé de igualdade com grandes orquestras. Observar essa transformação em uma época como esta, particularmente, provoca em todos um sentimento indescritível e a certeza de que o caminho pode ser até aperfeiçoado, mas é este que devemos trilhar”, ressaltou Alex Klein.

Repertório – Para as apresentações deste ano, haverá a execução de composições de Richard Strauss. Um dos destaques é “Assim falou Zaratustra”, composta em 1896, que foi trilha sonora do filme “Uma odisseia no espaço”, de 2001. De Jean Sibelius, será apresentada a obra “Finlândia”.

Composições regionais também serão apresentadas, a exemplo de “Mulher Rendeira”, do paraibano Zé do Norte. “Essa composição é a assinatura do Prima, é a nossa identificação cultural. Por isso, ao lado de outras grandes composições universais, ela sempre está presente”, destacou o gestor do Prima.

Na sequência, ainda de acordo com Alex Klein, haverá a apresentação de dois movimentos da “Bachiana brasileira nº 4”, do brasileiro Heitor Villa-Lobos, incluindo “Cântico do Sertão”. “Essa é uma obra maravilhosa, que faz com que muitos de nossos alunos se sintam representados por ela, que conta um pouco da história deles. Por isso, não tenho dúvidas de que não faltará emoção na execução desta obra”, completou, ressaltando que o ponto alto do concerto do Prima será a apresentação das “Danças Polovitsianas”, do russo Alexander Borodin. A obra será cantada em russo com coral a quatro vozes. As danças fazem parte da obra “Príncipe Igor”, muito conhecida na Rússia.