João Pessoa
Feed de Notícias

Previsão é de mais de 100 mil turistas na Paraíba até o final do ano

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010 - 12:30 - Fotos: 

Cerca de 117 mil turistas devem visitar a Paraíba somente neste mês de dezembro. Desse total, 82 mil virão para João Pessoa. A previsão é do Setor de Estatísticas da Empresa Paraibana de Turismo ( PBTur). E, ao que tudo indica, a expectativa vai se concretizar. A rede hoteleira de João Pessoa já está praticamente com todos seus leitos ocupados ou reservados. O fluxo de turistas deve manter o setor aquecido até o final de fevereiro.

Para garantir a segurança das pessoas que virão conhecer João Pessoa, a Secretaria de Estado de Segurança de Defesa Social reformou e melhorou as condições da Delagacia de Atendimento ao Turista (Deatur). O prédio, que funciona em frente à sede da PBTur, em Tambaú, um dos principais pontos turísticos da Capital. 

O local recebeu investimentos de cerca de R$ 24 mil. Também houve reforço na quantidade de funcionários. O local, que funcionava com dez profissionais, agora, dispõe de 13. São três delegados, um escrivão e nove agentes.

De acordo com o titular da Deatur, Fernando Barbosa de Carvalho, o aumento no efetivo e as melhores instalações têm a finalidade de proporcionar aos turistas uma maior sensação de segurança e qualidade no atendimento.

Além das instalações, a delegacia dispõe de equipe bilíngue. Agentes dominam os idiomas inglês e espanhol e têm condições de se comunicar com os estrangeiros.

Polícia Militar

Além da Deatur, a Polícia Militar também intensificou o policiamento na orla de João Pessoa.  A Ciclopatrulha, modalidade da corporação que se utiliza de bicicleta para realizar rondas, principalmente na orla, aumentou o efetivo. A quantidade de militares subiu de 50 para 60 neste mês e até janeiro deve alcançar o total de 70 pessoas.

Além disso, o comando da tropa fez um planejamento prévio e não haverá férias de policiais nesse período de alta estação. Outra medida para aumentar a segurança foi a alteração dos horários de patrulhamento. Antes, o policiamento era realizado durante os três turnos do dia. Começava às 6h da manhã é só é encerrado às 23 horas. Agora, o trabalho das equipes já começa às 5h. “Fizemos essa alteração porque nessa hora já há muita gente caminhando na orla, fazendo ginástica e ficamos por perto para manter a ordem”, enfatiza o comandante da Ciclopatrulha, tenente Eder Santos Almeida.

Ele acrescenta que o efetivo é dividido em seis setores, que abrangem os bairros de Cabo Branco, Tambaú, Manaíra e Altiplano. Os policiais realizam as rondas em dupla ou em trio. Armado com pistolas e portando coletes à prova de balas, o efetivo gera mais segurança para comerciantes e pessoas que costumam transitar pela orla.

Apesar da atenção redobrada dos policiais, as pessoas que visitam os pontos turísticos devem adotar alguns cuidados para não se tornar alvo de criminosos. O delegado Fernando Barbosa recomenda, principalmente, que se evite ostentar objetos de valor em público, a exemplo de celulares e máquinas fotográficas. Outra orientação é não andar desacompanhado. 

“É muito difícil acontecer algum crime envolvendo turista. Maioria dos furtos e assaltos ocorre pela falta de atenção”, completa.

Os turistas não devem sair do hotel com grandes somas em dinheiro, nem desacompanhados e muito menos em horários de pouco movimento nas ruas. Máquinas fotográficas, filmadoras, cartões de crédito, jóias e outros acessórios de grande valor também não devem ser expostos. 
Outra recomendação é sobre as pessoas indicadas a oferecer informação. Os turistas só devem pedir ajuda aos funcionários da PBtur, das agências de viagens, dos hotéis em que estão instalados e nunca a estranhos.

Nathielle Ferreira, da Secom