Fale Conosco

29 de junho de 2012

Preso acusado de atirar contra vítima diante de câmera de TV em João Pessoa



A Polícia Militar da Paraíba prendeu na tarde desta quinta-feira (29), no bairro João Paulo II, em João Pessoa, o homem acusado de tentar matar o encanador Rodrigo Ferreira da Silva, em março deste ano. O caso ganhou repercussão depois que uma emissora de TV local exibiu as cenas do crime que flagraram o momento em que Ariclenio Silva da Costa, 24 anos, efetuou os disparos contra a vítima, que sobreviveu aos ferimentos.

Para dar cumprimento ao mandado de prisão, expedido pela 1ª Vara Criminal, policiais da Força Tática realizaram uma operação para localizar e prender o acusado que estava foragido desde a noite do crime.

De acordo com o comandante do 5º Batalhão da Polícia Militar, tenente coronel Lívio Delgado, o acusado estava morando numa vila do bairro e tentou resistir à prisão. “Ele estava em casa no momento da abordagem e para não ser preso, tentou fugir pelo telhado. Mas o cerco já estava fechado e nós efetuamos a prisão com êxito”, relatou o comandante, que contou com a ação de 10 policiais militares.

O acusado foi encaminhado à Delegacia de Homicídios da Capital, onde o inquérito que apurava o caso foi instaurado. Ele confessou o crime ao delegado titular Marcos Paulo Vilela. Em seguida, foi encaminhado ao Presídio do Róger, onde vai permanecer à disposição da Justiça.

Fim da impunidade – Para os familiares da vítima, a prisão do acusado representa alívio e põe fim ao clima de tensão e medo vivido pelo jovem desde que deixou o hospital.

“A gente vivia aterrorizado, temendo que o criminoso voltasse a agir, pois nesse período sofremos algumas ameaças. A polícia fez a parte dela e agora estamos mais aliviados. Vamos aguardar que outros envolvidos sejam presos e que a Justiça seja feita”, declarou o pai da vítima, o encanador Ivonaldo Félix.