Fale Conosco

19 de outubro de 2012

Presídio Regional de Sapé se destaca pelos projetos de ressocialização



Os projetos de ressocialização de apenados do Governo do Estado, executados por meio da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap), têm dado bons resultados. Muitos destes projetos são realizados no Presídio Regional de Sapé, onde todos os apenados estudam e participam de projetos sociais, envolvendo música e esportes. Em breve, mais um projeto será implementado para a melhoria das condições sociais dos presos, onde eles serão responsáveis pela confecção de materiais esportivos.

O diretor do Presídio Regional de Sapé, Silva Neto, afirmou que lá existe um plano de gestão formulado para a unidade e adaptado à realidade local. “Com êxito, conseguimos colocá-lo em prática, com eventos diversos sempre voltados ao fortalecimento de laços afetivos dos apenados com seus familiares, incentivando a escrita, leitura, arte e cultura, proporcionando também momentos de recreação e lazer. Nosso maior objetivo é encorajá-los a participar de atividades que concorram para o retorno ao convívio social”.

São exemplos dessas atividades e projetos de ressocialização: Projeto “Cinema no Presídio”, com filmes educativos apresentados no pátio da unidade; criação e lançamento de cordel elaborado pelos reeducandos, denominado “A paz chegou nesse Lugar”; feira de artesanato; campeonato de jogos de damas; mini-maratona denominada “Em busca da liberdade”; projeto “versos e poesia”; copa de futebol, com times formados pelos reeducandos das celas diversas; e lançamento de CD e DVD do grupo musical denominado “Ressocializando”, formado pelos apenados.

Na última semana, a unidade promoveu o encerramento da 2ª Copa de Mini Futsal (futebol de salão), em favor de apenados, com o objetivo de movimentar e exercer a prática de esportes na casa prisional. De acordo com diretor do presídio, o torneio teve a duração de três meses com a participação de 12 equipes formadas por reeducandos, nos turnos da manhã e tarde.

O coordenador do Núcleo de Trabalho e Liberdade da Gerência de Ressocialização, Marconi Amorim, participou da ação e destacou a importância destes eventos nas casas de detenção em todo Estado e do trabalho que vem se destacando nas unidades prisionais da Paraíba.

A gerente de Ressocialização da Seap, Ziza Maia, que está à frente destes projetos, informou ainda que no próximo dia 20 de outubro o Presídio de Sapé irá celebrar o Dia das Crianças com a presença dos filhos e familiares dos apenados. “Será uma atividade descontraída, com guloseimas e brincadeiras”, disse a gerente.  São esperadas mais de 70 crianças, acompanhadas de suas mães, que, junto aos apenados, terão um dia de descontração no próprio pátio da unidade.

Novo projeto – Um novo projeto que está para ser implantado no Presídio Regional de Sapé é o de confecção de bolas e materiais esportivos, em parceria com uma empresa do ramo. Tal projeto já é realizado usando mão de obra de detentos de presídios do Sertão da Paraíba. Agora, mais três unidades prisionais estarão incluídas no projeto: Penitenciária de Segurança Máxima Geraldo Beltrão (Máxima de Mangabeira); Centro de Reeducação Feminina Maria Júlia Maranhão e o Presídio Regional de Sapé.

A unidade possui atualmente 113 apenados em regime fechado e 52 nos regimes aberto e semiaberto, em um total de 165 detentos. A penitenciária de Sapé possui algumas características especiais que a fazem se destacar: tem à sua frente o único diretor de presídio que também é um ex-detento; possui 100% de apenados em estudos; todos participam dos projetos de ressocialização; é a única unidade prisional do Estado com vigilância eletrônica com dados transmitidos online para a Secretaria de Administração Penitenciária.