João Pessoa
Feed de Notícias

Presidente da Companhia Docas e empresários discutem investimentos para o Porto de Cabedelo

quinta-feira, 19 de novembro de 2015 - 14:23 - Fotos:  Secom-PB

A presidente da Companhia Docas Paraíba, Gilmara Temoteo, recebeu, nessa quinta-feira (19), representantes de entidades ligadas ao comércio, à indústria e agricultura. Durante o encontro, que ocorreu no Porto de Cabedelo, Gilmara apresentou as potencialidades e os investimentos realizados pelo Governo do Estado no equipamento. A Federação da Indústria do Estado da Paraíba (Fiep), Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) foram algumas das entidades que estiveram presentes ao encontro.

Gilmara Temoteo considerou a audiência com os representantes das entidades positiva. “O objetivo principal foi apresentar ao empresariado todas as potencialidades do Porto de Cabedelo para mover a economia paraibana. É um momento muito importante, haja vista  que há um diálogo entre a iniciativa privada e o Governo do Estado no sentido de atrairmos mais movimentação, mais cargas para a comunidade portuária paraibana. Além da CNA, Fiep, recebemos a visita do Sindicato da Indústria de Panificação e Confeitaria do Estado da Paraíba, entidades que reconhecem a importância do Porto de Cabedelo para a economia paraibana”, afirmou.

O presidente executivo do Sindicato da Indústria de Fabricação do Álcool no Estado da Paraíba (Sindalcool), Edmundo Barbosa, uma das entidades que fazem parte do Conselho da Fiep, afirmou que a visita demonstra o interesse do empresário paraibano no crescimento do Porto de Cabedelo. “O governador Ricardo Coutinho tem sido muito sensível à importância que este equipamento tem para o Estado e, dessa forma, feito a parte que lhe compete, em que pesem as dificuldades. No entanto, em meio ao momento que estamos vivendo, é necessário a união de todos para que o Porto de Cabedelo possa se desenvolver e, por conseguinte, desenvolver a economia paraibana ainda mais. Por isso, é tão importante as parcerias público-privadas”, disse.

Movimentação – A presidente da Companhia Docas da Paraíba afirmou que, mesmo em um cenário econômico desfavorável para o País, a movimentação do Porto tem alcançado índices satisfatórios. “Temos nos esforçado para ampliar ainda mais as condições de operação do Porto. Isso significa geração de empregos, produtos mais acessíveis para a população paraibana, entre outros benefícios”, avaliou.

Até esta sexta-feira (20), mais três navios atracam no Porto de Cabedelo, o Sunrise, das Bahamas, procedente dos Estados Unidos com mais de 11 mil toneladas de petcoke; o Lavras, procedente do Porto de Salvador, com 16 mil toneladas de derivados de petróleo (gasolina e diesel) e o Clipper Tradition, procedente da Argentina, com mais de 14 mil toneladas de Trigo.