João Pessoa
Feed de Notícias

Porto de Cabedelo terá sinalização para operações noturnas de navios

segunda-feira, 18 de maio de 2015 - 17:49 - Fotos:  Francisco França

O Governo do Estado garantiu junto ao Governo federal recursos da ordem de R$ 3 milhões para que navios possam atracar no Porto de Cabedelo também à noite, com o funcionamento do cais 24 horas. O dinheiro está empenhado e o Governo da Paraíba aguarda a assinatura do convênio com a Secretaria de Portos da Presidência da República.

“Esta será uma sinalização importante, vamos aumentar o número de bóias, fazer com que o nosso canal seja todo sinalizado e os navios cheguem com segurança nos períodos diurno e noturno”, comemora o presidente da Companhia Docas da Paraíba, Lucélio Cartaxo, que destacou o empenho pessoal do governador Ricardo Coutinho nas conversações em Brasília.

Segundo Lucélio Cartaxo, o projeto tem uma simbologia, um valor muito mais elevado do que o próprio valor financeiro. “É a questão de segurança, acima de tudo, aqui em nosso porto”, pontuou. A licitação será feita através da Secretaria de Planejamento e Gestão e no segundo semestre desse ano, a sinalização e iluminação deverão estar implantadas e navios atracando também à noite.

Containeres – De acordo com a vice-presidente da Companhia Docas, Gilmara Temóteo, outra ação de desenvolvimento e modernização do porto é uma nova área para containeres. Para isto, dois antigos armazéns do porto foram demolidos para ampliar a área primária de pátio com cerca de 6.000 metros quadrados disponíveis para contêiner e também para escoar a produção de carros da fábrica da Fiat, de Goiânia, na segunda fase do Polo Automotivo Jeep. Recentemente dirigentes do grupo italiano Carbone & Vicenzi, conheceu as instalações do porto de Cabedelo. A empresa quer movimentar por mês 200 cargas de containeres.

Gilmara Temóteio acrescenta que, além da localização estratégica, o Porto de Cabedelo tem uma operação ágil, com custos competitivos e sem gargalo logístico, por conta da boa malha rodoviária para as cargas seguirem do Porto até a fábrica da Jeep com agilidade.