João Pessoa
Feed de Notícias

Porto de Cabedelo será incluído em projeto de cabotagem para 2011

quarta-feira, 10 de março de 2010 - 13:29 - Fotos: 
A Companhia Docas da Paraíba, que administra o Porto de Cabedelo, já está negociando a construção de um Terminal de Contêineres na Paraíba.  É que com a conclusão das obras de dragagem, sinalizada para o segundo semestre de 2010, o Porto de Cabedelo poderá, enfim, ser incluído no projeto de Cabotagem da Secretaria Especial dos Portos (SEP).

Pelo menos foi o que anunciou o representante comercial do Porto de Cabedelo, Francisco Paquet, que esteve em Brasília e manteve reuniões com representantes da SEP para a inclusão de Cabedelo no projeto. Segundo Paquet, a construção do Terminal de Contêineres, que será financiado com recursos do PAC II e é uma das expansões previstas no projeto de Cabotagem da Secretaria, será bastante vantajoso para a Paraíba, que se tornará ainda mais competitiva no diz respeito ao comércio marítimo.

“Dentre outras vantagens competitivas, a construção do terminal atrairá novos negócios e otimizará a estrutura logística, atendendo a indústria e o comércio marítimo realizado entre os portos da costa brasileira, bem à navegação de longo curso, realizada entre portos de diferentes nações. Além disso, o porto aumentará  sua capacidade de movimentação de cargas, de geração de impostos e riquezas”, assegurou Paquet, lembrando que apenas dois portos nordestinos possuem um eficiente sistema de cabotagem no Brasil.

“Apenas o porto de Salvador e Fortaleza possuem o terminal de Contêineres e realizam a Cabotagem”, disse. Financiada com recursos do PAC II, a construção do terminal está incluído nos projetos apresentados pela Docas – PB à SEP, que no final de 2009 solicitou dos 19 portos brasileiros a apresentação de novos projetos para 2011.

Para o presidente da Cia Docas da Paraíba, Wagner Breckenfeld, esse será mais um passo rumo ao desenvolvimento do Porto e da Paraíba. “Vamos incrementar ainda mais a infraestrutura de apoio ao desenvolvimento produtivo que o governo federal vem induzindo na Paraíba. E este projeto vai garantir a otimização da estrutura portuária e mais eficácia nas ações de importação e exportação”, afirmou Wagner.

Demandas em Brasília – Outro assunto tratado pelo representante comercial do Porto de Cabedelo, Francisco Paquet, em Brasília, foi o andamento das últimas exigências para o início das obras de dragagem do Porto de Cabedelo.

Uma de suas reuniões na capital federal foi justamente a respeito do Monitoramento Ambiental, que deverá ocorrer duas semanas antes do início das obras de dragagem do Porto. Segundo Paquet, o processo licitatório para contratação da empresa estava encontrando alguns obstáculos técnicos, que foram resolvidos com as ações do Porto em Brasília, visto que o trabalho já será realizado na próxima semana pela empresa G2 Meio Ambiente, de Natal (RN), que venceu a concorrência.

Assessoria de Imprensa do Porto de Cabedelo