João Pessoa
Feed de Notícias

Porto de Cabedelo fomenta a indústria cimenteira da Paraíba

segunda-feira, 5 de setembro de 2011 - 11:44 - Fotos:  Antonio David/Secom-PB

A utilização do Porto de Cabedelo está sendo fundamental para a expansão da indústria cimenteira na Paraíba e, consequentemente, para o desenvolvimento econômico do Estado. Diante dos incentivos do Governo do Estado para o crescimento do Porto, a indústria paraibana tem a segunda produção de cimento do Nordeste. De acordo com levantamento do Sindicato Nacional da Indústria do Cimento – SNIC, somente em 2010 foram produzidos mais de 2,1 toneladas do produto pelas duas indústrias – Cimpor e Lafarge, instaladas na Paraíba e que utilizam o porto para importação de insumos.

De acordo com presidente da Companhia Docas da Paraíba, Wilbur Jacome, basta observar a movimentação de insumos para a indústria cimenteira por meio do porto para aferir a expansão do setor no Estado. “Diariamente, cerca de 300 caminhões tanque movimentam o combustível que é recebido por meio do nosso cais”, disse o gestor.

A posição geográfica do Porto de Cabedelo é importante, segundo Wilbur, para o empresário que deseja exportar ou importar granéis sólidos ou líquidos. “A combinação entre os custos de atracação, uso da estrutura terrestre, mão-de-obra e armazenagem de cargas soltas fazem de Cabebedelo um dos portos mais competitivos do Nordeste. A Companhia Docas hoje tem um posicionamento de orientação do importador e do exportador fazendo com que otimize o seu negócio e deixe a Paraíba mais competitiva”, ressaltou o presidente. De acordo com ele, o Porto ainda tem excelentes condições de armazenagem e escoamento de insumos, distribuindo produtos de uma maneira geral, principalmente pelas tarifas oferecidas e pelos custos competitivos de armazenamento.

Benefícios - Dentro da política do Governo do Estado de alavancar o movimento tanto da indústria cimenteira como de outros produtos, a direção do Porto está adotando tarifas específicas para o setor e que servem também para a implantação de outros projetos de industrialização da Paraíba.

As duas indústrias cimenteiras instaladas na Paraíba (Cimpor e Lafarge) somente em 2010, de acordo com a Receita Federal recolheram R$ 34 milhões de ICMS e estão entre as 20 maiores arrecadadoras do Estado.

Para o presidente do Sindicato das Empresas de Transporte de Cargas e Logística do Estado da Paraíba, Arlan Rodrigues, a indústria cimenteira é de extrema importância tanto para a economia do Estado, pelos recursos que gera, quanto para a economia local do município de  Cabedelo, onde se localiza o Porto e onde toda a carga de insumos é movimentada.

O sindicalista considera importantes os investimentos anunciados pelo Governo do Estado na melhoria do Porto de Cabedelo, que ele aponta como referência nacional na recepção e estocagem da indústria cimenteira. O petcoke, por exemplo, é estocado e movimentado a partir do Terminal de Coque da Paraíba – Tecop, o mais moderno da América Latina e uma empresa brasileira especializada no beneficiamento, armazenamento e comercialização do produto.