João Pessoa
Feed de Notícias

Porto de Cabedelo é primeiro no NE e segundo no país a ter projeto ambiental

quinta-feira, 1 de dezembro de 2011 - 18:04 - Fotos:  Antonio David/Secom-PB

Projeto de Coleta Seletiva Solidária.Foto: Antonio David/Secom-PB

O Porto de Cabedelo é o primeiro no Nordeste e o segundo no país a implantar o projeto ambiental Porto Verde. A solenidade de lançamento ocorreu na manhã desta quinta-feira (1º), no pátio do porto. Criado pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), o projeto objetiva conscientizar a comunidade portuária e do entorno sobre a necessidade de conservação dos espaços verdes.

As ações do Porto Verde incluem o plantio de mudas de árvores nativas e a coleta seletiva de resíduos sólidos, envolvendo toda a comunidade portuária, os visitantes e a população da cidade. Em 2012, de acordo com o vice-presidente da Companhia Docas da Paraíba, Antonio Ricardo de Andrade, projeta-se a implantação do projeto ‘Porto Sem Papel’, que já funciona em alguns portos.

“A área portuária terá um cinturão verde, que será uma área limpa e arborizada. Empresários, operadores portuários e toda a comunidade portuária, além da comunidade local, se beneficiarão com essas ações”, disse Andrade. Segundo ele, o projeto tem base nas leis federal e estadual que tratam da coleta e do destino dos resíduos sólidos.

Para a operacionalização do Porto Verde, a companhia fez parcerias com a Secretaria Executiva do Meio Ambiente do Estado (que vai arborizar o porto), a Secretaria de Pesca e Meio Ambiente de Cabedelo e as secretarias estaduais da Educação e da Saúde.

Qualidade de vida – O secretário executivo estadual do Meio Ambiente, Fábio Agra, lembrou que o Governo do Estado já desenvolve o programa Paraíba Verde – e a arborização do porto de Cabedelo será uma de suas ações. As espécies de árvores a serem plantadas estão sendo selecionadas a partir de estudos realizados por técnicos da secretaria, bem como a quantidade de mudas nativas.

O secretário de Pesca e Meio Ambiente do Município de Cabedelo, Walber Farias, destacou que o projeto Porto Verde vai trazer inúmeros benefícios à população, inclusive contribuirá com a renda dos catadores de lixo, por meio de suas cooperativas. “A comunidade portuária vai compartilhar de técnicas sobre como é possível conviver com os modais marítimo, ferroviário e rodoviário, buscando melhorias na qualidade de vida dos moradores de Cabedelo”, ressaltou.

Coleta Seletiva – O projeto de Coleta Seletiva Solidária está sendo implantado em outros órgãos do Governo – a Universidade Estadual da Paraíba (UEPB) e a Empresa Paraibana de Abastecimento e Serviços Agrícolas (Empasa), por exemplo, já implantaram o sistema. No porto, a comissão do projeto também já está atuando, por meio da conscientização dos operadores portuários e da comunidade. “A Companhia Docas instalou 45 aparelhos para a coleta seletiva, em cinco áreas estratégicas do Porto”, disse Andrade.