João Pessoa
Feed de Notícias

Porto de Cabedelo cresce o dobro da média nacional

terça-feira, 19 de fevereiro de 2013 - 11:26 - Fotos:  Cláudio Cesar/Secom-PB

O Porto de Cabedelo cresceu o dobro da média nacional dos portos organizados do Brasil, em 2012. Enquanto a média de crescimento nacional foi de 3%, o Porto de Cabedelo cresceu 6% na movimentação de granel sólido, granel líquido e carga solta, em relação a 2011. A meta para o ano passado era crescer 5%.  O acúmulo do crescimento nos últimos dois anos é de 34% (28% em 2011 e 6% no ano passado). No ano passado, Cabedelo movimentou 1 milhão 891 mil toneladas de produtos.

A movimentação no Porto de Cabedelo se mantém nos dois primeiros meses de 2013 e a perspectiva é alcançar índices maiores, até o fim do ano. Em janeiro passado, as cargas tiveram incremento de 75,31% com uma movimentação de 226.118 toneladas. Em janeiro de 2012, foram 128 mil toneladas. A estimativa é de que o crescimento médio do porto nos primeiros 60 dias do ano seja de 50%.

O presidente da Companhia Docas da Paraíba, Wilbur Holmes Jácome, afirma que o porto de Cabedelo nos últimos dois anos tem demonstrado que é viável, tem vocação e competência. “É assim que a gente quer se posicionar no mercado, agora, mais do que nunca a gente precisa de um reconhecimento das nossas vocações portuárias”, declarou.

Wilbur ainda destaca outros projetos para ampliar a movimentação do porto. “Nós precisamos de um novo terminal de multiuso e esse projeto já foi entregue em Brasília em abril de 2011. Com o novo terminal, o Porto de Cabedelo poderá movimentar uma média mensal de 4,5 mil contêineres, totalizando 540 mil contêineres por ano”, afirmou o presidente.

Os investimentos para a execução de três obras estruturantes para o porto são da ordem de R$ 700 milhões. “A Paraíba está superando as estatísticas de crescimento econômico do país. Isso em relação ao PIB, ao desenvolvimento humano, ao desenvolvimento portuário e de estradas. Não é a toa que o governo da Paraíba tem construído uma média de um quilometro de estrada nova por dia”, enfatizou Wilbur.

Crescimento – Na comparação com o porto do Recife, que acumulou no ano passado 1 milhão 716 mil toneladas, o porto de Cabedelo movimentou a mais 175 mil toneladas. O porto de Natal movimentou, em 2012, 411 mil toneladas.  O porto de Cabedelo também ficou na frente dos seguintes portos: Areia Branca (RN), Ilhéus (BA), Niterói, Angra dos Reis, Belém (PA), Antonina, Pelotas e Porto Alegre (RS) e porto de São Sebastião, em São Paulo.

O presidente da Companhia Docas da Paraíba acrescenta que a projeção de crescimento do Porto de Cabedelo é uma realidade porque muitas indústrias estão se instalando no Estado ou ampliando seus negócios.

Melhorias na infraestrutura – Diversas melhorias da estrutura do porto de Cabedelo estão sendo realizadas com investimentos próprios da Companhia Docas na ordem de R$ 2,5 milhões. Na entrada do porto, duas balanças de 36 metros de comprimento estão sendo instaladas com capacidade de até 120 toneladas. Uma outra obra em execução vai possibilitar a chegada de trens que transportarão minério de ferro.

A atual gestão do porto também implementou a coleta seletiva de resíduos. Armazéns desativados há 20 anos serão demolidos para que o porto amplie a área do pátio. A pavimentação de 45 mil metros quadrados está incluída no projeto de infraestrutura interna. O projeto Porto Verde, em parceria com o município de Cabedelo, é outra ação em execução.

Em parceria com a Secretaria de Mobilidade Urbana da Prefeitura de Cabedelo, a Companhia Docas está melhorando alguns trechos das vias no entorno do porto para facilitar o fluxo de caminhões e de automóveis.

Estrutura atual – O porto de Cabedelo tem hoje uma estrutura de mais de 60 hectares de área. São 602 metros de cais, com calado de 9,14 metros (será ampliado para 11 metros e posteriormente para 13 metros). O porto tem sete armazéns totalizando 14 mil metros quadrados de área, 26 tanques com capacidade total de 63.859 metros cúbicos, 16 silos com capacidade total para 57.748 toneladas, 18 mil metros quadrados de pátio e 32 hectares de retroárea.

O porto de Cabedelo é um dos principais centros de distribuição do Norte Nordeste do Brasil e é o mais oriental das Américas. Para facilitar a logística, o porto tem uma localização privilegiada, próxima da BR-101, apenas 18 km; e fica a 35 km do Aeroporto Internacional Castro Pinto e distante 154 km do aeroporto João Suassuna, em Campina Grande. Tem ainda acesso direto à BR-230 e à Ferrovia Transnordestina.