Fale Conosco

6 de julho de 2009

Portadores de deficiência em Bananeiras, Solânea e Mamanguape recebem capacitação



Mais de 40 pessoas com deficiência estão sendo gratuitamente capacitadas profissionalmente nos municípios de Bananeiras, Solânea e Mamanguape, a partir deste mês, pelo governo federal em parceria com o governo estadual, através da Fundação Centro Integrado de Apoio ao Portador de Deficiência (Funad) e as prefeituras dessas cidades, com o objetivo de fomentar a geração de emprego e renda no Estado da Paraíba.

De acordo com coordenadora de Produção e Treinamento/Colocação Profissional da Fundação (Corpu), Graça Montenegro, os cursos fazem parte do Plano Nacional de Qualificação (Planteq), que abrange várias áreas profissionais e são realizados durante todo o ano, conforme as solicitações dos municípios paraibanos. “Cada capacitação tem duração de dois meses, com carga de 200 horas semanais, sendo realizado por professores credenciados, de segunda a sexta-feira”, informou Graça.

No momento, exemplificou a Coordenadora da Corpu, a Funad está com turmas de ‘Técnicas de Encadernação Manual’, na sede da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae), no município de Mamanguape; de ‘Formação de Pizzaiolo’, no Clube das Mães, em Solânea e de ‘Fabricação de Pães e Derivados’, na sede da Educação de Jovens e Adultos (EJA), em Bananeiras. “Ao concluir o curso, o aluno com deficiência também recebe apoio da Fundação para ingressar no mercado de trabalho”, acrescentou Graça Montenegro.

Segundo o chefe da Colocação Profissional da Fundação, Gilvan Anísio, durante o curso de capacitação profissional, os alunos também recebem informações e orientação sobre a importância de se realizar e oferecer serviços com o máximo de qualidade. “A questão da competência naquilo que se faz, com compromisso e seriedade, também é repassada para os participantes”, disse Anísio, lembrando que o aluno não deve apenas ser treinado para um emprego, mas sim para o acesso ao mercado de trabalho.

Assessoria de Imprensa da Funad