João Pessoa
Feed de Notícias

População recebe orientação nutricional no Dia Mundial da Alimentação

quarta-feira, 16 de outubro de 2013 - 17:24 - Fotos: 

Feira agroecológica, degustação, orientação nutricional, distribuição de mudas e apresentações culturais no Ponto de Cem Réis, em João Pessoa. Estas foram algumas atividades realizadas em alusão ao Dia Mundial da Alimentação, celebrado neste 16 de outubro. As comemorações fazem parte da programação da Semana Nacional de Alimentação realizada por meio de uma parceria que teve a participação de vários órgãos, como a Emater e a Secretaria do Desenvolvimento Humano e o Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional (Consea – PB) em toda a Paraíba.

Nesta sexta-feira (18), a partir das 9h, haverá a comemoração de um ano do Restaurante Popular de João Pessoa, localizado em Mangabeira, que fornece mil refeições/dia, ao preço de R$ 1,00. Na ocasião serão realizadas atividades diversas como a retirada de documentação, apresentações artísticas, aferição da pressão arterial, entre outras.

No Ponto de Cem Réis, durante todo o dia, a população teve a oportunidade de tirar dúvidas sobre alimentação saudável com a equipe da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Humao (Sedh), por meio do Núcleo de Segurança Alimentar e Nutricional. Também foram mostradas as ações trabalhadas pela Emater Paraíba, voltadas para alimentação saudável e cultivo sem a presença de agrotóxico, atividade que executa em todo o Estado. A iniciativa visa melhorar os níveis de nutrição. A Emater trabalha com a agroecologia e o desenvolvimento rural sustentável.

Quem esteve no local pode degustar de frutas diversas, sucos de coco e limão, de cenoura com limão, provar comidas típicas da região oriundas da agricultura familiar, além de conhecer uma horta suspensa que poderá ser montada no quintal de casa ou mesmo em apartamentos.

Para comemorar a Semana Nacional de Alimentação a Emater, por meio de seus escritórios regionais e locais, programou eventos até sexta-feira (18), abordando políticas públicas voltadas para a segurança alimentar em escolas e comunidades rurais. “O sistema alimentar sustentável vai desde o plantio até a mesa, buscando produzir alimentos saudáveis de forma a garantir as necessidades nutricionais da população enquanto protege e garante as necessidades das gerações futuras”, comentou o presidente da Emater, Geovanni Medeiros.

O coordenador estadual do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), Ângelo Viana, falou sobre os avanços do Governo do Estado na área de segurança alimentar e nutricional: “Entre suas ações, o Governo do Estado implantou a Câmara Intersecretarial de Segurança Alimentar (Caisan), que tem parceria com o Consea e conta com 21 órgãos do Governo, sendo responsável pela elaboração do Plano e do Sistema Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional e o Sistema de Segurança Alimentar com os municípios”.

Em outro estande, em parceria com a Faculdade de Ciências Médicas, uma equipe verificava a saúde da população, identificando o grau de obesidade e fazendo orientações sobre a importância de um acompanhamento médico em casos necessários.

As apresentações culturais também chamaram a atenção da população. Pela manhã, houve dança do Toré, feita por integrantes da Aldeia Tabajara e Banda Marcial da Escola Débora Duarte.

Compromisso – A secretária de Estado de Desenvolvimento Humano, Aparecida Ramos de Meneses, frisou que o Governo do Estado tem efetivado ações para garantir segurança alimentar e nutricional à população paraibana. “Entre as ações, temos a ampliação do Programa de Aquisição de Alimentos (PAA), que atendia a 14 municípios e está expandindo para 127 cidades. A meta é atingir mais de 2 mil agricultores cadastrados, além da população de entidades beneficiadas que recebem toda a produção comprada pelo Governo do pequeno agricultor, que é doada de forma simultânea”, destacou.

A executiva da Sedh, Ana Paula Almeida, citou outra iniciativa na área da segurança alimentar: o aumento no número de restaurantes populares. “A Paraíba antes contava com dois restaurantes mantidos pelo Governo do Estado, hoje são quatro que funcionam em João Pessoa, Santa Rita, Campina Grande e Patos. Juntos, eles fornecem 3.500 refeições diárias ao preço de R$ 1,00 cada”, frisou. Toda a alimentação dos Restaurantes é balanceada e acompanhada por nutricionistas.