Fale Conosco

25 de maio de 2015

População deve se vacinar contra a gripe para atingir meta do Ministério da Saúde



O Governo do Estado, por orientação do Ministério da Saúde, prorrogou o fim da Campanha de Vacinação Contra a Gripe para 5 de junho. Com a ampliação desse prazo, que acontece todos os anos no País, o Governo Federal pretende ampliar o número de pessoas imunizadas e atingir a meta de 80% da população nos estados onde acontece a ação. Essas pessoas que estão dentro do perfil para receber a dose devem comparecer aos postos de vacinação das 8h às 17h.

A chefe do Núcleo Imunização, da Secretaria de Estado da Saúde (SES), Isiane Queiroga explicou que todos os anos a procura pela vacina é semelhante em todo o País. “Embora ainda não tenhamos atingido a meta, em 2015 está semelhante ao que ocorre todo ano. Por isso estamos seguindo a orientação do Ministério da Saúde para todos os estados, de prorrogar a campanha. A expectativa é que neste novo prazo passemos dos 80%”, disse.

Isiane Queiroga ressaltou que a população deve comparecer aos postos de vacinação para evitar as consequências da doença. “A vacina é de fundamental importância para prevenir as complicações que a gripe traz, como o risco de pneumonia e outras síndromes respiratórias. Ela ainda diminui as hospitalizações e o número de óbitos decorrentes da doença”, lembrou.

Público-alvo da campanha – A Campanha de Vacinação Contra a Gripe é destinada a um público de maior risco de adquirir a doença ou ter complicações com ela. Ele inclui indivíduos com os seguintes perfis: crianças de seis meses e menores de cinco anos; gestantes (em qualquer período gestacional; puérperas (até 45 dias após o parto); trabalhadores de saúde; população indígena; idosos (a partir dos 60 anos); privados de liberdade e funcionários do sistema prisional; além de portadores de problemas crônicos de saúde não transmissíveis e outras condições clínicas especiais, a exemplo de hipertensos, diabéticos, pessoas com doenças cardíacas e respiratórias.

Números da imunização na Paraíba – a SES prorrogou o prazo da campanha na última sexta-feira (22). Até esta data, a média de procura pela vacina na Paraíba foi de 51,42%. Já a imunização geral nacional ficou em 52,13% do público-alvo. Ambas estão bem aquém da meta de 80% determinada pelo Governo Federal. Em números absolutos, significa que foram vacinadas 437.605 pessoas na Paraíba. O objetivo no Estado é chegar a um público de 850.986 indivíduos.

As puérperas representam o grupo prioritário com maior número de pessoas vacinadas, sendo 66,16%. Em segundo lugar ficam as gestantes, que são 53,03% do público-alvo imunizado. Em seguida, aparecem os trabalhadores da área de saúde, sendo que 53,42% deles já procuraram a prevenção contra a gripe. Até o momento, 52,76% das crianças de seis meses a menores de cinco anos foram vacinadas. Na população indígena, o alcance da campanha é de 59,25% e entre os idosos chega aos 49,76%.

Municípios paraibanos que bateram a meta – Na Paraíba, 46 municípios já conseguiram atingir a meta. Essas cidades são as seguintes: Conde, Alagoinha, Borborema, Logradouro, Pilõezinhos, Pirpirituba, Sertãozinho, Boqueirão, Caturité, Fagundes, Juazeirinho, Olivedos, Santa Cecília, Santo André, São Domingos do Cariri, Tenório, Sossego, Amparo, Camalaú, Congo, Ouro Velho, São Sebastião do Umbuzeiro, Zabelê, Desterro, Emas, Teixeira, Boa Ventura, Diamante, Ibiara, Nova Olinda, Santa Inês, São José de Caiana, Serra Grande, Mato Grosso, Bernardino Batista, Carrapateira, Poço de José de Moura, Santarém, Uiraúna,  Cajazeirinhas, Paulista, Pombal, Vieirópolis, Água Branca, Juru e São José de Princesa.