Fale Conosco

28 de agosto de 2012

Pombal realiza Mutirão da Catarata e beneficia cerca de 350 pessoas na região



O município de Pombal, localizado no Sertão do Estado, está participando do Mutirão da Catarata que está sendo promovido pelo Ministério da Saúde. Além de Pombal, mais sete municípios – Lagoa, Paulista, Brejo do Cruz, Cajazeirinhas, São Domingos e São Bentinho – estão sendo beneficiados com a iniciativa. A estratégia faz parte da Política Nacional de acesso aos Procedimentos Cirúrgicos Eletivos, lançada em 2004, pelo Governo Federal. O procedimento está sendo realizado no Centro Cardiológico Médico Hospitalar Avelino Elias e Queiroga, inaugurado recentemente pelo Governo do Estado.

De acordo com a coordenadora de Média e Alta Complexidade de Pombal, Ramaima Kévia Dantas, na última sexta-feira (24) o Ministério da Saúde escolheu como dia “D” para a realização das cirurgias de catarata nesse município e somente naquela data foram realizados cerca de 50 procedimentos. Ela afirmou que o Governo Federal já investiu R$ 104.809,00 para a primeira etapa do mutirão que começou em abril do ano passado e terminou em junho desse ano. “Para esta segunda etapa, que já foi iniciada, a previsão é que esse valor dobre”, comentou Ramaiama Kévia.

Ela explicou que o Ministério da Saúde escolheu Pombal para participar do Mutirão devido à alta demanda de cirurgias de catarata, uma vez que o procedimento dificilmente era feito na região. “Agora a cirurgia é realizada com qualidade e eficiência. Logo após o procedimento o paciente é levado para casa e acompanhado por equipe multidisciplinar e só volta à clínica no dia seguinte para tirar o curativo e esses cuidados chamaram atenção do Ministério da Saúde”, explicou Ramaiama Kévia.

Ela disse que até agora cerca de 350 pessoas de Pombal e dos sete municípios da região já foram beneficiadas com o procedimento e aproximadamente 400 cirurgias estão agendadas. Ela explicou que a meta do Ministério da Saúde é beneficiar cerca de 10% da população de Pombal e dos outros sete municípios que juntos somam cerca de 33 mil habitantes.

A subgerente de Planejamento e Orçamento da Secretaria de Estado da Saúde, Selda Gomes Alves de Sousa, afirmou que a Paraíba foi beneficiada com recursos da ordem  R$14,5 milhões para cirurgias eletivas, sendo que  R$ 5 milhões são para cirurgias de cataratas em todo o Estado.

Com esse mutirão, o Ministério da Saúde quer reduzir o tempo de espera, zerar as filas no Sistema Único de Saúde (SUS) e ampliar o número de cirurgias eletivas no país.  A cirurgia de catarata é a mais procurada pelos usuários do SUS. Em 2011, 426.567 cirurgias foram realizadas, um aumento de 22% em relação a 2010, quando foram realizadas 348.386.

Durante a ação, o paciente passa por uma triagem, avaliação de exames e em seguida o procedimento cirúrgico. Se houver algum problema durante e/ou o após a cirurgia, o paciente será encaminhado para atendimento na Policlínica do município.