Fale Conosco

23 de julho de 2013

Polos integram programação do Festival de Artes de Areia



O 14º Festival de Artes de Areia, que acontece de 29 de julho a 4 de agosto, em Areia, no Brejo paraibano, vai contar com vários polos para abrigar a programação. Cada um ganhou um nome que interage com o tema do evento: ‘Paraíba Feminina de Cultura’. Eles serão distribuídos em vários pontos da cidade.

O polo ‘Marinesas’, no Centro, vai ser o palco principal, reunindo artistas de renome nacional. O polo ‘Armaria Mainha’ vai ser no circo especialmente montado para o Festival, abrigando as atrações de dança, literatura, teatro e música. No polo ‘Fé Menina’, na Igreja do Rosário, se apresentam grupos de música instrumental.

O polo ‘Açucena’, nas dependências do Colégio Santa Rita, vai ser espaço de discussão sobre a arte contemporânea e também para apresentações teatrais. O Colégio José Américo vai se tornar o polo ‘Vagaluminosas’, onde ocorrerão diversas oficinas, mostras audiovisuais, lançamentos de livros, exposições de artes plásticas e a construção de um mural coletivo de grafite. No polo ‘Artérias das Artes’, no Casarão José Rufino, vão acontecer exposições visuais e ações de divulgação do I Censo Cultural da Paraíba. No histórico Coreto, localizado na Praça Pedro Américo, o polo ‘Brincantes Enluaradas’ vai abrigar mais exposições visuais e espetáculos de dança e música.

No palco mais antigo do estado, o Teatro Minerva, primeiro da Paraíba, serão realizadas atividades de audiovisual, dança, literatura e teatro, compondo o polo ‘Senhora Cena’. A Câmara Municipal de Areia será o polo ‘Escrivaninha Secreta’, a ser ocupada com literatura, discussões sobre Cultura Popular e programações destinadas à Economia Criativa e Cidadania da Mulher.

Na Praça 3 de Maio, marco histórico da cidade, no polo ‘Chão de Mestras’, se apresentarão diversos grupos de cultura popular, reverenciando as tradições e as brincadeiras. Na Emater, o polo ‘Fuxicarte’ vai abrigar o Salão de Artesanato da Paraíba, reunindo artesanatos de diversas técnicas e origens. O polo ‘Sala de Criação’ será no Mercado Central, ambiente gastronômico por essência, e que abrigará a oficina de gastronomia regional.

Outros três polos serão destinados a atividades de formação, como oficinas. O polo ‘Chã da Pia’ (Comunidade Chã da Pia), o polo ‘Chã de Jardim’ (Comunidade Chã de Jardim), e o polo ‘Gravideias’, localizado Escola Prof. João Coutinho, serão destinados a realização de diversas capacitações. O polo ‘Sonoras Erês’, no Centro Social Urbano (CSU), vai receber a atividade musicalização infantil, programação voltada ao público jovem. Por fim, no polo ‘A Véia Debaixo da Cama’ estará sediada a Secretaria do Festival, utilizando o prédio da Maçonaria, e o polo ‘A Casa da Mãe Joana’, que vai servir como hospedagem alternativa a 60 visitantes do festival.

Economia Criativa – O Festival de Artes de Areia conta com oficinas, workshops e mesas-redondas, com atividades ligadas a todas as linguagens. Ao todo, serão oferecidas 26 oficinas, com oficineiros de todo o Brasil. As atividades são gratuitas, e estão com inscrições abertas no site oficial do evento.

Em parceria com a UFPB, através do projeto “Paraíba Criativa – Ações para o desenvolvimento e inovação das artes, fazeres e saberes da Paraíba no universo da Economia da Cultura”, o Festival vai abrigar o Encontro Regional de Economia Criativa de Areia, com debates voltados à cultura como elemento de desenvolvimento regional, refletindo sobre a produção e difusão da cultura local na potencialização dos territórios. O Encontro vai contar com mesas, grupos de trabalho e uma plenária.

Confira os detalhes da programação:

http://festivaldeareia.pb.gov.br/