João Pessoa
Feed de Notícias

Polícias da Paraíba apreendem 439 armas em dois meses

terça-feira, 2 de abril de 2013 - 16:49 - Fotos: 

As polícias da Paraíba já tiraram de circulação 439 armas de fogo somente no primeiro bimestre deste ano. O número é 46,3% maior do que o registrado em 2010, quando no mesmo período foram apreendidas 300 armas de fogo. Para o comandante geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, a eficácia nas atividades de rua estão atreladas à capacitação contínua do efetivo e ao incremento de equipamentos de proteção individual.

“Só em dezembro do ano passado, adquirimos dez mil novos cintos de guarnição e mil capacetes táticos para serem usados durante as atividades de policiamento. Os equipamentos, somados, resultam em um investimento de mais de R$ 2 milhões”, lembrou o comandante, ao citar que os investimentos no serviço de inteligência têm gerado resultados positivos na prisão de criminosos e apreensão de armas.

Desde maio do ano passado, para estimular os profissionais de segurança e incentivar o aumento das apreensões, o governador Ricardo Coutinho sancionou a Lei 9.708/2012, que garante aos policiais civis e militares uma bonificação por cada arma apreendida. Os valores da bonificação variam de R$ 300 a R$ 1.500. “Esse incentivo tem ajudado muito na retirada dessas armas de circulação. Os policiais estão mais empenhados do que nunca, não só pelo benefício financeiro, mas também pelo compromisso do governo na compra de equipamentos que facilitem a ação policial”, destacou o secretário de Estado da Segurança e da Defesa Social, Cláudio Lima.

Desarmamento – O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Segurança e Defesa Social, tem difundido e apoiado a mobilização nacional em torno do desarmamento. Só este ano, 110 armas foram entregues voluntariamente em um dos 25 postos credenciados em todo Estado. No acumulado dos três últimos anos (2011, 2012 e 2013), o número chega a 844 armas tiradas de circulação na Paraíba.

O coordenador estadual da campanha na Paraíba, o coronel Marcos Sobreira, lembrou que o processo de entrega de arma é muito simples e as pessoas não precisam se identificar. O primeiro passo para aderir à campanha é preencher uma guia de trânsito, disponível no site da Polícia Federal, que permite ao cidadão transportar a arma de maneira legal e segura até um dos postos credenciados.

É importante que o proprietário descarregue e embale a arma. As munições devem ser levadas separadamente. No posto, a pessoa recebe um número de protocolo que permite o saque da indenização no Banco do Brasil, em um prazo de 24 horas a 30 dias após a entrega. Todas as dúvidas sobre a Campanha do Desarmamento podem ser esclarecidas no site: www.entreguesuaarma.gov.br ou pelo número 194.

Confira os postos credenciados em João Pessoa (relação completa de todo o Estado está disponível em www.entreguesuaarma.gov.br):