Fale Conosco

19 de setembro de 2013

Policiais participam de competição nacional e conquistam nove medalhas



Policiais e um bombeiro militar integrantes da equipe paraibana de Hapkido sagraram-se campeões, no último domingo (15), durante o Campeonato Brasileiro desse tipo de luta, realizado em Salvador (BA). Na competição, que reuniu cerca de 260 atletas da arte marcial, os paraibanos conquistaram nove medalhas, sendo cinco de prata e quatro de ouro, além do segundo lugar geral na contagem de pontos por equipe.

Conforme o cabo Manoel Bezerra, um dos coordenadores do grupo, a união foi essencial para os bons resultados. “Todo mundo ajudou-se mutuamente e nós, militares, contamos ainda com o apoio dos comandantes de batalhões e do Comando Geral, que fizeram a liberação para que pudéssemos representar o nosso Estado e nossa corporação”, destacou Bezerra, que conquistou a medalha de ouro em quatro modalidades (luta, absoluto, salto em altura com rolamento e salto em distância com rolamento) – categoria até 69 quilos.

Além dele, o cabo Carlos Silva ganhou a prata em três provas (luta, salto em altura com rolamentos e salto em distância com rolamentos) – da categoria de 94 a 102 kg. “Aquele verdadeiro praticante de Hapkido só encontra o sucesso cultivando dentro de si a sabedoria, a coragem, a benevolência e acima de tudo Deus”, citou, ao lembrar dos princípios que nortearam o grupo.

O soldado do Corpo de Bombeiro Militar e preparador físico da equipe, Leandro Libório, também lembrou do esforço da equipe. “O comprometimento e a dedicação nos treinamentos levaram a equipe a ser vitoriosa”, enfatizou ele, que conquistou a medalha de prata na categoria luta até 85 kg.

Capacitação – A prática do Hapkido, uma arte marcial milenar que nasceu na Coreia e que foca no sistema de defesa pessoal, já está presente em três batalhões da Polícia Militar da Paraíba: o 1º e o 5º BPM, sediados em João Pessoa, e o 4º BPM, em Guarabira. Conforme o cabo Bezerra, cerca de 20 militares, entre PMs e bombeiros, já estão habilitados junto à Confederação Nacional de Hapkido e capacitados para praticar e ensinar a luta.

A maioria deles também tem formação em outras artes marciais, como judô e karatê. Hoje, a PMPB conta com policiais altamente qualificados no que tange a defesa pessoal”, apontou Bezerra, acrescentando que os treinamentos acontecem nas sedes de batalhões e em algumas academias parceiras, como a Vitória, no Cristo Redentor.

Social – A ideia do Comando Geral da Polícia Militar da Paraíba é transformar a prática das artes marciais em um projeto social que beneficie comunidades atendidas pelas Unidades de Polícia Solidária. ‘O Lutando pela Paz’ ainda está em fase de elaboração, mas já tem uma ação piloto na sede do 5º Batalhão, onde 40 crianças têm aulas gratuitas de Taekwondo.O projeto tem sido coordenado pelo cabo Bezerra e deve ser ampliado após sua consolidação.

É motivo de orgulho e alegria ver nossos militares sendo vitoriosos em campeonatos nacionais. Vamos aproveitar essa habilidade e a paixão que eles têm pela arte para usá-la como fator de pacificação social”, afirmou o comandante geral da PMPB, coronel Euller Chaves, que recebeu, junto com o subcomandante, coronel Francisco de Castro, os campeões em seu gabinete, na manhã desta quinta-feira (19). Na ocasião, ele garantiu que dará todo o apoio para que os militares possam continuar e ampliar a prática da arte, assim como estendê-la para comunidades carentes.