João Pessoa
Feed de Notícias

Policiais debatem combate à venda e uso de remédios sem registro

quarta-feira, 14 de abril de 2010 - 16:27 - Fotos: 
Policiais civis estão participando do ‘I Workshop Paraibano de Combate aos Medicamentos Irregulares’, promovido entre esta quarta-feira (14) e sexta-feira (16) no auditório da Procuradoria Geral de Justiça, no Centro de João Pessoa, com o objetivo de alertar sobre a forma de agir em relação à falsificação, adulteração, contrabando e transações envolvendo produtos farmacêuticos sem registro.

As ilegalidades na área de medicamentos motivaram uma parceria entre a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) e a Agência de Vigilância Sanitária do Estado da Paraíba (Agevisa), com o apoio do Ministério Público do Estado.

O delegado geral adjunto da Polícia Civil, João Alves, declarou que a participação das instituições policiais na campanha é muito importante, especialmente para a Polícia Civil, por sua natureza judiciária, responsável pela peça informativa a ser encaminhada ao Ministério Público e à Justiça.

Ele lembra que a polícia está alerta a tudo que é atentado contra a vida. A questão de medicamento diz respeito diretamente à vida e a falsificação é caso de polícia. “O melhor nesse combate é que há uma consciência de que a responsabilidade é de todos os segmentos”, afirma.

A saúde da população, segundo ele, não pode ser posta em risco, muito menos resultar em óbitos decorrentes da ingestão de remédios falsificados. “A Polícia Civil combaterá esse mal, contando com profissionais que atuam na área da saúde, dos órgãos de fiscalização, de defesa do consumidor, vigilâncias sanitárias, procons, polícias federal, militar, rodoviária federal, promotores de Justiça e membros dos Conselhos Regionais de Farmácia da Região Nordeste, numa verdadeira força tarefa”, concluiu.

Inise Machado, da Assessoria de Imprensa da Secretaria da Segurança e da Defesa Social