Fale Conosco

14 de setembro de 2017

Policiais civis participam de projeto para gerenciamento do stress



O Núcleo de Saúde Ocupacional (NSO) da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Sesds) vai iniciar um trabalho de gerenciamento do stress em policiais civis. O objetivo é criar um grupo operativo de ensino-aprendizagem, no qual seis servidores da instituição vão aprender a desenvolver habilidades para controlar melhor as emoções.

De acordo com a coordenadora do projeto, a psicóloga Danielle Lucena, o grupo nomeado ‘Desenvolvendo habilidades para o gerenciamento do stress’ vai começar após a triagem dos participantes e a previsão é  iniciar com os encontros no próximo dia 3 de outubro. “As reuniões serão realizadas na sede do Núcleo de Saúde Ocupacional, no prédio da Secretaria de Segurança e visam desenvolver por meio da aprendizagem, ferramentas que auxiliem o policial civil a controlar o stress, a gerenciá-lo, de forma que não prejudique a saúde emocional ou traga desconforto e desequilíbrio no desempenho das atividades diárias”, disse a psicóloga.

Danielle Lucena é psicóloga clínica e realiza atendimentos voltados para a linha de terapia cognitiva comportamental no NSO da Sesds. O grupo se reunirá em 12 sessões. “Vamos ter rotatividade, ao fim total dos encontros,  realizaremos nova triagem e mais seis pessoas vão poder participar. Com grupos pequenos é possível enxergar avanços significativos”, afirmou.

A investigadora Susicleide Carreiro, coordenadora do NSO, diz que este é um trabalho pioneiro desenvolvido pelo Núcleo de Saúde e que possibilita o policial civil a trabalhar melhor suas emoções, com foco na questão de stress e na operacionalidade da vida, ajundando-o a organizar melhor sua rotina. “A atividade de policial é por natureza complexa, com situações limite que ocorrem por diversas vezes. A iniciativa do Núcleo de Saúde é proporcionar ao policial uma forma de enfrentar essas dificuldades de ordem emocional e se posicionar da melhor forma diante de situações stressantes”, pontuou.

Os interessados em participar da fase inicial de triagem podem entrar em contato pelo telefone 3213-9047 e informar o nome completo, para que possam participar da seleção.