Fale Conosco

21 de maio de 2012

Policiais civis fazem treinamento para abordagem em situação de risco



políciais civis recebem treinamento, Edvaldo Malaquias 19 05 12 031Como os policiais civis devem realizar abordagens em área de risco de maneira eficiente e segura? Com o objetivo de capacitá-los para agirem nessa situação, a Secretaria da Segurança e Defesa Social (Seds) começou nesse sábado (19) um novo curso que reuniu 26 policiais em aulas teóricas e práticas de abordagem de veículos e pessoas, e de tiro.

A maior parte dos alunos do curso faz parte da equipe que está colocando em prática a operação Cidade Segura, em que a Polícia da Paraíba realiza, principalmente nas sextas, sábados, domingos e feriados, um trabalho preventivo de combate à criminalidade na Região Metropolitana de João Pessoa, com foco na apreensão de armas, drogas, veículos irregulares e contra a exploração sexual infantil.

“Durante a operação, esses agentes fazem abordagens arriscadas, entrando em bares, em comunidades, em casas de prostituição, fazendo revistas, apreendendo drogas, armas e carros. Esse tipo de ação preventiva é essencial para o combate a crimes mais graves como os homicídios”, detalha o delegado Pedro Gonçalves, coordenador da ação policial.

Também participam da operação a Polícia Militar, a Secretaria Estadual do Meio Ambiente (Semam) e a Promotoria da Infância e Juventude do Ministério Público Estadual. “Em um mês de ação conjunta, muitas pessoas foram multadas por poluição sonora e crianças tiradas de situações de risco”, complementou Gonçalves.

Samyr Youssef, instrutor da Academia de Ensino de Polícia (AEP), onde o curso está sendo realizado, explicou que além de preparar os policiais para as abordagens, a aulas os capacitarão para o uso da pistola Ponto 40, recém-adquirida pela Seds. “A Secretaria já começou a substituir os revólveres pelas pistolas, que são equipamentos mais modernos, de melhor portabilidade e com a capacidade de tiro muito maior”. Os cursos de capacitação devem acontecer mensalmente na AEP e fazem parte da política de valorização do trabalho do Polícia Civil implementada pela Seds.