Fale Conosco

1 de outubro de 2015

Polícia reforça segurança nos eventos do Centro Histórico de João Pessoa



O comandante-geral da Polícia Militar, coronel Euller Chaves, recebeu vários representantes da cultura de João Pessoa, nesta quinta-feira (1º), e anunciou um plano de contingenciamento que vai reforçar a segurança nos eventos do Centro Histórico e também da Praça Rio Branco. O encontro aconteceu na sede do comando-geral da PM e contou com as presenças do secretário de Cultura, Lau Siqueira, e da superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico do Estado da Paraíba (Iphaep), Cassandra Figueiredo.

Entre as medidas que serão tomadas, está o reforço do policiamento a pé e motorizado nos dois locais, principalmente nos horários de maior concentração de pessoas. O comandante da PM propôs também formas de aproximação com os integrantes dos movimentos culturais da capital, buscando identificar problemas específicos para poder agir de forma mais eficaz.

A medida deverá ser implementada quando for colocado em prática o projeto de instalação de uma base de atuação da Polícia Militar com a Guarda Municipal da capital no próprio Centro Histórico. A proposta para isso já foi feita anteriormente ao poder executivo de João Pessoa. Em relação à Praça Rio Branco, já há um levantamento por parte da corporação dos horários de maior necessidade da ação policial.

 “A polícia não é a solução, mas sim apenas uma parte deste processo, então com ações urgentes e ligadas à sociedade pretendemos atender as principais reivindicações neste momento e tentar reunir os outros órgãos públicos também responsáveis por atender as demandas da comunidade cultural de João Pessoa”, destacou o coronel Euller Chaves.

A reivindicação dos representantes da cultura é por medidas que coloquem o centro histórico como setor estratégico de prevenção, já que com as atrações oferecidas e comércio que existe no espaço, recebe pessoas de vários estados e países.