Fale Conosco

10 de junho de 2009

Polícia prende trio e começa a desvendar uma série de crimes em JP



A polícia prendeu em flagrante um trio acusado de vários crimes e autuou por formação de quadrilha, porte ilegal de armas e associação ao tráfico de drogas. Com o trio, a polícia apreendeu uma pistola 7.65, um evolver calibre 38, balança de alta precisão, munições, armas brancas, além de três pares de luvas e capuz.

Entre os crimes atribuídos ao trio está um o duplo homicídio ocorrido na Comunidade Riacho Doce, no bairro do Cristo Redentor, quando foram assassinados Adriano Costa da Silva e Ademir Domingues Melo, ambos de 30 anos. A execução ocorreu no dia 2 deste mês, dentro de um veículo com placas de Pernambuco.

A polícia já sabe que eles estão envolvidos em outras modalidades de crimes. O delegado Getúlio Machado, gerente metropolitano de Polícia Civil, já sabe que esse é apenas o início de uma série de outros homicídios e outras modalidades de crimes que estão sendo atribuídos ao trio.

De acordo com o delegado Edílson Araújo, várias pessoas já compareceram à 9ª Delegacia Distrital, no Bairro de Mangabeira, para reconhecer Josenildo, João Cabral e Severino Tenório que são acusados de seqüestros, assaltos e execuções na Grande João Pessoa.

A polícia suspeita também de que eles são autores do sequestro relâmpago sofrido por duas irmãs empresárias, sendo uma delas esposa do dono do restaurante ‘Tererê’, ocorrido na segunda-feira (8). O sequestro da empresária e sua irmã aconteceu na Avenida Flávio Ribeiro Coutinho, em Manaíra.

Inise Machado, da Segurança e Defesa Social