Fale Conosco

19 de julho de 2016

Polícia prende mais duas pessoas envolvidas no latrocínio de dono de postos de combustíveis de JP



A Polícia Civil da Paraíba, por meio de um trabalho realizado pela Delegacia de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) da Capital, prendeu na noite dessa segunda-feira (18) mais duas pessoas envolvidas no caso de tentativa de latrocínio, que teve como vítima o empresário Marcone Moraes, de 63 anos, no último dia 11 de julho, no Bairro do Bessa, quando o dono de postos de combustíveis foi baleado ao chegar em uma agência do Banco do Brasil.

Para o delegado João Paulo Amazonas, com a prisão desses dois últimos suspeitos, a Polícia Civil considera o caso encerrado, já que há duas semanas três pessoas já tinham sido presas, entre eles, um funcionário da vítima, que teria repassado as informações para outros criminosos. “Com as investigações, conseguimos concluir toda a execução da tentativa de latrocínio. As informações nos levaram até Severino Clementino da Silva e Clodoaldo Inácio da Silva. Os dois têm participação efetiva no crime. A dupla estava dentro do carro, armada e aguardava a abordagem que seria realizada pelo Edgley (morto durante a tentativa de assalto) e pelo Lucas, que foi preso há duas semanas, pelas investigações da Roubos e Furtos”, disse a autoridade policial.

Com os suspeitos, a Polícia apreendeu três armas: uma escopeta calibre 12, um revólver calibre 357, uma pistola calibre 380 e munições. Em depoimento, a dupla confessou a participação no caso. Eles responderão por porte e posse ilegal de arma de fogo, além de latrocínio e associação criminosa. A dupla será encaminhada para unidades prisionais do Estado.