João Pessoa
Feed de Notícias

Polícia prende bando acusado de assaltos e explosões de caixas eletrônicos

segunda-feira, 6 de junho de 2011 - 16:09 - Fotos: 

Material apreendido pelo GOE. Edvaldo Malaquias/Secom-PB

Policiais do Grupo de Operações Especiais da Polícia Civil (GOE) prenderam, no domingo (5) e nesta segunda-feira (6), em João Pessoa, seis pessoas acusadas de envolvimento em explosões de caixas eletrônicos, assaltos e roubo de veículos.  Foram presos: Jonathan Ricardo de Lima Medeiros, de 19 anos, o Dom; o sergipano Luiz Roberto Santos, de 41 anos, o Terra; Ivanildo Correia de Araújo Filho, de 29 anos, o Léo; o pernambucano Otoniel Nunes da Silva, de 30 anos, o Tony; Ana Maria Pereira, de 25 anos e Juliete Lima dos Santos, de 23 anos.

De acordo com o coordenador do Goe, delegado Jean Francisco, as investigações foram iniciadas ainda na quinta-feira (2) com a localização de um veículo Gol roubado no Altiplano Cabo Branco. O carro já foi entregue ao proprietário. “Na madrugada do sábado, ocorreu a explosão de um caixa eletrônico do Itaú, no bairro de Jaguaribe”, explicou a autoridade policial.

Ainda segundo o delegado, as diligências para localizar os envolvidos foram realizadas, resultando nas prisões de Jonathan e Luiz Roberto, na tarde do domingo, no bairro de Cruz das Armas. Com eles, os policiais apreenderam uma pistola Glock, um revolver calibre 38 especial, além de um veículo Cerato.

“O carro, eles roubaram pela manhã no bairro do Geisel, com o objetivo de assaltar um estabelecimento comercial”, disse o delegado Jean, salientando que a dupla é de alta periculosidade, com mandados de prisão em aberto por diversos crimes. “O Luiz Roberto é foragido de um presídio de Aracaju, além de acostumado a praticar assaltos e sequestros mediante extorsão. Jonathan foi apreendido algumas vezes quando adolescente e é conhecido por assaltos a residências, empresas e loterias”, explicou o delegado.

As investigações continuaram e na manhã desta segunda-feira (6) foram presos saindo de uma pousada no Altiplano os outros integrantes do bando. Com eles, foram apreendidos celulares, um revólver, munição e uma pequena quantidade de maconha. Segundo a polícia, as mulheres seriam as responsáveis por esconder as armas e os explosivos. “Vale salientar que os assaltos e as explosões de caixas eletrônicos são o forte do grupo”, frisou o delegado Jean.

Todos foram encaminhados à sede do Goe, na Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds), no bairro de Mangabeira, e ainda nesta segunda serão transferidos para presídios da Capital.