Fale Conosco

17 de maio de 2012

Polícia prende 82% dos acusados de homicídios cometidos no Cariri



O trabalho de investigação desenvolvido pela Polícia Civil na região de Monteiro, Cariri paraibano, conseguiu não só chegar aos autores de nove dos 11 homicídios registrados este ano na localidade (82%), mas também à prisão de todos os acusados identificados, que aguardam decisão da Justiça.

O alto índice de resolução dos casos, de acordo com o delegado da 4ª Delegacia Regional, Graciano Danillo Borba, está ligado ao apoio crescente da população local, que tem denunciado os criminosos, ao serviço de inteligência da polícia e à ação conjunta da Polícia Militar. Além de Monteiro, a região abrange outros 20 municípios, como Amparo, São João do Cariri, Assunção e Camalaú.

O último crime de repercussão registrado na regional aconteceu em abril, na cidade de Monteiro, a 305 km de João Pessoa. Uma criança recém-nascida faleceu no dia 22 do mesmo mês, oito dias depois de ter sido internada no Hospital de Trauma de Campina Grande com ferimentos graves originados supostamente por uma queda acidental dos braços da irmã de apenas quatro anos. Apesar da primeira versão, depois das investigações a polícia encontrou indícios de que o bebê foi jogado bruscamente pelo pai em cima de um sofá. O acusado foi preso no último dia 8 de maio.

“Os números mostram que a Polícia Civil não para e estamos unidos no combate à criminalidade. Ressaltando também que a Polícia Militar tem contribuído na realização de operações conjuntas, apreendendo-se, por exemplo, mais de 20 quilos de maconha durante a operação Divisa Segura”, analisou o delegado regional. Segundo Danillo Borba, no primeiro trimestre deste ano, apenas em Monteiro, a polícia realizou 45 flagrantes delitos e deu cumprimento a dez mandados de prisão.

Reunião – Em reunião realizada na quarta-feira (16), os delegados que compõem a 4ª regional discutiram os bons resultados e traçaram novas metas de trabalho. “Estamos satisfeitos, mas há muito o que ser feito. Vamos realizar operações para coibir o tráfico de drogas e definir a operacionalização do efetivo policial para as festividades juninas na região do Cariri”, adiantou o delegado.

Na oportunidade, os delegados comemoraram a inauguração da nova sede da Delegacia Regional, que acontece no próximo dia 25. “O novo local irá sediar mais delegacias e dará um novo ânimo para os policiais civis, bem como uma estrutura digna para melhor atender a população”, finalizou Borba.