Fale Conosco

22 de junho de 2012

Polícia Militar finaliza mais um Curso de Polícia Solidária



Até o final do ano, 800 pessoas, entre policias, bombeiros, guardas municipais e a comunidade em geral, serão capacitadas em policiamento comunitário. Na manhã desta sexta-feira (22), o secretário Segurança e Defesa Social, Cláudio Lima, e o comandante geral da Polícia Militar da Paraíba, coronel Euller de Assis Chaves, prestigiaram mais um encerramento do Curso de Polícia Comunitária, realizado na Casa da Paz, localizada no bairro de Mangabeira.

Na oportunidade, o coronel Euller destacou o trabalho deste novo instrumento utilizado pela segurança pública que é o policiamento solidário, bem como ressaltou que a confiança entre os órgãos de segurança pública e a sociedade é um dos pilares de sustentação de combate sistemático contra a criminalidade na Paraíba.

Já o secretário Cláudio Lima enalteceu o esforço realizado pela Polícia Militar, além de afirmar que o trabalho de combate ao crime está sendo feito diuturnamente pelos órgãos estaduais de segurança pública.

A aula de encerramento do Curso foi ministrada pela líder comunitária Abimadab Vieira, que falou na oportunidade sobre Mobilização Solidária. No evento ainda estavam presentes, o subcomandante geral da PMPB, coronel Francisco de Assis Castro, e o comandante da Região Metropolitana da capital, coronel Carlos Américo

A Secretaria Nacional de Segurança Pública, em parceria com a Secretaria Estadual de Segurança e Defesa Social e a Coordenação Estadual de Polícia Solidária, iniciou em todo o Estado o Curso Nacional de Promotor de Polícia Comunitária. O curso capacita agentes públicos de segurança e defesa social e agentes comunitários envolvidos com segurança pública, a fim de que suas ações sejam pautadas pela doutrina de polícia comunitária.

Para o tenente coronel Marcos Alexandre Sobreira, coordenador estadual de Polícia Solidária, a difusão da filosofia solidária no Sistema de Segurança e Defesa Social reforça a construção de uma cultura de segurança pública fundada nos paradigmas da modernidade, da inteligência, da informação e promove a integração dos órgãos de Segurança e Defesa Social com a comunidade, buscando a melhoria da qualidade de vida das pessoas.

O CNPPC busca também criar condições ao aluno para desenvolver habilidades necessárias para facilitar o relacionamento entre os profissionais de segurança e a comunidade, utilizando práticas voltadas para identificar e resolver os problemas da comunidade, minimizando suas causas e evitando que se transforme em problema de polícia, além de demonstrar a importância da proteção à dignidade humana e aos princípios de cidadania e da participação da comunidade nas questões de segurança pública.

No ano passado, foram capacitadas 421pessoas. A previsão é que este ano este número chegue a 800 pessoas, visto que o Estado da Paraíba está em plena ascensão na aplicação da filosofia de uma polícia próxima do cidadão por meio da contínua política de implantação de Unidades de Policia Solidária – UPS.