João Pessoa
Feed de Notícias

Polícia intensifica combate às drogas e qualifica instrutores no Proerd

terça-feira, 29 de janeiro de 2013 - 12:07 - Fotos:  Secom-PB

O Programa Educacional de Resistência às Drogas (Proerd) da Polícia Militar da Paraíba (PMPB) está ganhando o reforço de mais 72 instrutores, que atuarão em todo o Estado na educação de jovens e combate às drogas. Na segunda-feira (28), duas novas turmas com 36 alunos iniciaram a formação técnico-pedagógica que permite ao militar atuar como facilitador nas escolas.

As turmas estão sendo qualificadas até o dia 8 de fevereiro, quando estarão habilitadas para trabalhar a temática nas turmas do 5º e 7º ano do ensino fundamental e na educação infantil.  Dois militares com qualificação máster, um do Rio Grande do Norte, outro de Santa Catarina (Márcia Carvalho e Marcos Ramn – respectivamente), atuam como coordenadores das turmas da PMPB.

Do Sul do país, também vieram dois militares pedagogos que trabalham com os alunos as técnicas adequadas para entrar em sala de aula e agregar a temática às aulas dos professores.

O capitão Paulo Fernando, que atua no 6º Batalhão (em Cajazeiras) e é um dos novos instrutores em formação, destacou a importância do curso. “O programa é de nível internacional e comporta excelência nas metodologias. As impressões são as melhores”, disse ele, ao comentar que já realiza trabalho voluntário há alguns anos e o Proerd se encaixou com o perfil de trabalho que buscava.

Atualmente, só na região de Cajazeiras, atuam seis instrutores do Proerd e mais seis militares estão em formação, vindo, em breve, a dobrar a cobertura do programa no local.Conforme a coordenadora estadual do Proerd na Paraíba, a capitã Ticiana Soares, fora os 72 novos alunos, a PMPB possui hoje 75 instrutores já em atividade. Em fevereiro, mais uma turma com 36 alunos começa a formação e, em março, a PMPB totalizará 183 instrutores.

O Programa – O Proerd conta com três níveis de formação profissional. O instrutor, que trabalha diretamente com as crianças, o mentor, responsável pela formação e acompanhamento dos instrutores e, acima desses, o máster (capacitação para formar mentores e planejar a aplicação do programa).

Na Paraíba, a PMPB já formou mais de 80 mil crianças nos 12 anos de funcionamento do programa. Já são mais de 50 cidades que têm escolas beneficiadas.

A prevenção - O trabalho de combate às drogas é feito em 12 encontros em cada escola. Um policial militar fica responsável por organizar as atividades pedagógicas e lúdicas que fazem parte da grade. Ao final do ciclo, é feita uma formatura relembrando as lições que foram apreendidas ao longo das aulas.