João Pessoa
Feed de Notícias

Polícia expõe simulador de tiro durante Multifeira em João Pessoa

quinta-feira, 2 de julho de 2015 - 16:55 - Fotos: 

O trabalho e os serviços prestados pela Polícia Civil à população paraibana serão expostos na Multifeira Brasil Mostra Brasil, que começa nesta sexta-feira (4) e acontece no Centro de Convenções de João Pessoa. A instituição terá 100 metros quadrados de área ocupados, nos quais os visitantes poderão conhecer as atribuições legais e a atuação dos policiais civis em operações de repressão qualificada já realizadas no Estado. As demonstrações ainda incluem a presença da Unidade Itinerante de Treinamento Avançado de Tiro, um caminhão com simulador, que vai treinar os investigadores em várias cidades paraibanas.

De acordo com o diretor administrativo da Academia de Polícia Civil, Marcelo Isídio, esta é a primeira vez que a instituição policial expõe suas ações na Multifeira. “A Polícia Civil de Carreira existe desde 1981 e esta é uma oportunidade para que todos os cidadãos conheçam a importância de uma investigação efetiva para a elucidação de crimes e para a Segurança Pública. No local, estarão presentes, até o dia 12 de julho, banners com as atribuições de delegacias especializadas, funcionamento de plantões, sobre a Acadepol, com seus cursos e estrutura, Instituto de Polícia Científica (IPC), e tecnologias utilizadas por nós”, explicou.

Um dos destaques da Polícia Civil na Brasil Mostra Brasil será o simulador de tiro, que é móvel e fica instalado em um caminhão especialmente adaptado para este fim e deve percorrer todas as regiões do Estado, levando aos policiais paraibanos a oportunidade de aprimorar seus conhecimentos e aprimorar aptidões no que se refere ao treinamento de tiro.

Segundo o delegado geral de Polícia Civil, João Alves de Albuquerque, a Acadepol é a segunda do país a ter uma Unidade Itinerante de Treinamento Avançado de Tiro. “O investimento total na unidade itinerante foi de R$ 730 mil, que contemplaram a adaptação do caminhão baú e a implantação do sistema de treinamento avançado, adquiridos com recursos de convênio junto ao Governo Federal, através da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp), órgão ligado ao Ministério da Justiça, e contrapartida com Governo do Estado da Paraíba”, frisou, acrescentando que o simulador é utilizado pelas melhores forças de segurança do mundo.

O equipamento de tiro representa redução no custo do treinamento dos policiais civis, visto que no montante de um milhão de disparos com munição real o custo alcança em média R$ 3 milhões. No simulador, essa mesma quantidade de disparos tem o custo total de apenas R$ 80 mil.