Fale Conosco

26 de julho de 2012

Polícia encontra recém-nascida sequestrada em Campina Grande



Policiais civis da Delegacia Regional de Campina Grande (2ª DRPC) encontraram na tarde desta quinta-feira (26) a menina de apenas três dias sequestrada na quarta-feira de uma maternidade do município. A recém-nascida estava na casa de Marilúcia Américo do Nascimento, 34, na cidade de Ingá, presa em flagrante.

A criança foi levada com urgência para o Instituto de Saúde Elpídio de Almeida (Isea) onde passará por avaliação médica e será entregue à mãe. De acordo com o delegado regional de Campina Grande, André Rabello, Marilúcia do Nascimento teria planejado o sequestro da criança. “Ela passou dois dias no hospital. Conseguiu um colete que permite a entrada no local para poder escolher um recém-nascido e sequestrá-lo”, contou.

Ao delegado, a acusada confessou o sequestro da criança dizendo apenas que “queria criar a menina”. Contudo, a polícia recebeu informações de que Marilúcia forjou uma gravidez para extorquir dinheiro de um homem. “Recebemos informações de que a acusada estava ameaçando um homem casado, dizendo que estava grávida e teria sequestrado a criança para se passar por filha dela”, explicou.

A mulher presa em flagrante é mãe de cinco filhos com idades entre 17 e quatro anos. Eles estão recebendo acompanhamento do Conselho Tutelar do município.