Fale Conosco

25 de outubro de 2012

GTE de Catolé do Rocha prende oito pessoas por homicídio e roubo na Região



O trabalho do Grupo Tático Especial (GTE) da 8ª Regional de Polícia Civil da Paraíba, em conjunto com as equipes das delegacias municipais de São Bento, Pombal e Catolé do Rocha, resultou no cumprimento de diversos mandados de prisão e flagrantes nos últimos dias no Sertão paraibano. Oito pessoas foram presas, entre elas o secretário de Transporte de São José do Brejo do Cruz, Airton Gomes Costa, preso em flagrante pelo assassinato do próprio primo no último dia 20.

Uma discussão entre o prefeito do município e uma moradora da localidade teria incitado o acusado a disparar os tiros que resultaram na morte de Francisco Gomes dos Santos. De acordo com o delegado regional de Catolé do Rocha, Sylvio de Lyra Rabelo, o chefe do executivo local teria arrancado com o seu carro e sujado a residência de uma moradora local, o que provocou uma discussão. “Com os ânimos exaltados, o secretário de transportes tentou atirar no marido da moradora que discutiu com o prefeito, mas acabou baleando o próprio primo”, contou delegado.

Em Pombal, no último sábado (20), os policiais do GTE da 8ª Regional prenderam em flagrante por roubo Gideonecy Alves Formiga e Francisco Herculano de Sousa, prendendo no dia seguinte (21), também em flagrante, Verinaldo de Sousa Silva, por tentativa de homicídio. Além disso, a ação da Polícia Civil cumpriu quatro mandados de prisão preventiva nos municípios de Pombal, Catolé do Rocha, Jericó e São Bento por roubo. “O GTE de Catolé do Rocha junto com as equipes das delegacias municipais estão intensificando o combate aos crimes contra a vida e contra o patrimônio no Sertão paraibano o que vem resultado na diminuição do número de homicídios”, destaca Sylvio de Lyra Rabelo.

No município de Catolé do Rocha, de janeiro a setembro deste ano foi registrada uma queda de 68,8% no número de homicídios em relação ao mesmo período do ano passado. Enquanto nos três primeiros trimestres de 2011 foram contabilizados 16 crimes dessa natureza, nos nove primeiros meses deste ano foram cinco ocorrências.