João Pessoa
Feed de Notícias

Polícia Civil prende mulher que trazia 20 quilos de maconha do Pará

quinta-feira, 5 de julho de 2012 - 22:46 - Fotos: 

A Polícia Civil prendeu em flagrante na manhã desta quinta-feira (5), em Santa Rita, uma mulher transportando 20 quilos de maconha prensada. Érica de Araújo Barbosa, 18 anos, vinha de Belém do Pará e trazia a droga em um ônibus interestadual numa viagem de mais de 30 horas.

A ação foi realizada por policias da Delegacia de Repressão a Entorpecentes (DRE) da Capital, que monitoravam Érica desde o momento em que ela embarcou para o Estado do Pará para comprar a droga, no último domingo (1º).

“Realizamos um trabalho minucioso de investigação que culminou com a apreensão de mais esse carregamento de droga. Antes que ela chegasse a João Pessoa, fizemos a abordagem no ônibus e encontramos a droga na bagagem da acusada”, afirmou o delegado Ramires São Pedro.

 

Érica confessou à polícia que recebeu R$ 6 mil para fazer o transporte da droga até João Pessoa. Com a prisão dela foi possível prender outra mulher envolvida no esquema de tráfico, Cleyciane do Nascimento Costa, 18 anos, que estava esperando o carregamento na rodoviária.

“Ela confessou que a droga seria revendida em bocas de fumo da Capital e já temos informações sobre o comprador, que deverá ser autuado em breve”, acrescentou o delegado.

Um taxista contratado por Cleyciane Nascimento, e que estava com ela na Rodoviária no momento da prisão, foi ouvido na delegacia e em seguida liberado. Ficou comprovado que ele estava apenas prestando o serviço e não tinha conhecimento do crime.

As duas mulheres foram autuadas e serão encaminhadas à Penitenciária Feminina Júlia Freire Maranhão, na Capital. “Pela primeira vez nós estamos trabalhando nas duas frentes, desarticulando desde as pequenas bocas de fumo até o carregamento, retirando de circulação grande quantidade de entorpecentes. Vamos buscar também os fornecedores, melhorando a atuação nas divisas, uma vez que não se produz droga na Paraíba”, ressaltou a autoridade policial.