Fale Conosco

4 de setembro de 2012

Polícia Civil prende mais um acusado de integrar quadrilha de roubo a postos de combustíveis



O vigilante Marcone da Silva Sousa, 31 anos, foi preso por força de mandado de prisão nessa segunda-feira (3), no bairro do Rangel, em João Pessoa. A ação policial, realizada pelo Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil, é uma continuação da Operação Abana, responsável por desarticular uma quadrilha de roubos a veículos, postos de combustíveis e residências na região metropolitana de João Pessoa e em Campina Grande, na última quarta-feira (29).

De acordo com o delegado Cristiano Jacques, titular do GOE, Marcone é apontado como a pessoa que fornecia as armas para que o grupo realizasse os roubos. Até então, haviam sido cumpridos os mandados de prisão expedidos contra o ex-policial militar Aírton José Felipe Filho, conhecido como Carioca, José Antônio Martins, o “Ceará”, com quem a polícia apreendeu um revolver calibre 38, Alisson Conceição de Brito e Sebastião Alves da Costa.

Ainda estão foragidos Wiliams Pereira Gomes (Foguinho) e um ex-policial militar conhecido como Kelson. A polícia suspeita que a quadrilha seja responsável por pelo menos sete assaltos realizados nas regiões. “Um dos roubos recentes foi registrado contra um posto de combustível de João Pessoa, no dia 31 de julho deste ano, e o grupo se utilizava de um veículo Celta, de cor vermelha, roubado em Campina Grande, sendo inclusive, reconhecido por vítimas, através de imagens do circuito interno de câmeras”, detalhou o delegado titular do GOE Cristiano Jacques, acrescentando que as investigações vão continuar até que todos os suspeitos sejam presos.