João Pessoa
Feed de Notícias

Polícia Civil prende educador físico acusado de estelionato em João Pessoa

quarta-feira, 30 de março de 2011 - 15:29 - Fotos: 
Policiais da Delegacia Especializada de Crimes contra o Patrimônio (Roubos e Furtos) da Capital prenderam na manhã desta quarta-feira (30) o educador físico Max de Lima Silva, 45 anos. Ele é acusado de estelionato e foi pego em sua residência, no bairro do Valentina, em João Pessoa.

Segundo o delegado Ademir Fernandes, a polícia chegou ao professor depois que uma das vítimas registrou um boletim de ocorrência denunciando que Max havia utilizado um cheque roubado para alugar um veículo. “O talão havia sido furtado de um estabelecimento comercial e o proprietário também compareceu à delegacia”, revelou o delegado, acrescentando que o professor comprou o cheque a um homem que já foi identificado pela polícia e está sendo investigado.

Depois de repassar o cheque roubado ao locador, Max ainda tentou vender o veículo ao seu próprio advogado, como pagamento de honorários. “Ele disse que o carro pertencia à esposa e depois deixaria com o advogado os documentos e o talonário de pagamento”, detalhou Ademir Fernandes.

Max foi ouvido na Central de Polícia, no bairro do Varadouro, confessou os crimes e vai responder o processo em liberdade. De acordo com o delegado, ele ainda está envolvido em outros inquéritos por estelionato e por esse crime também já foi preso e condenado.