Fale Conosco

30 de agosto de 2012

Polícia Civil prende acusado de usar documentos falsos e fazer lavagem de dinheiro



Eduardo Welbert Nogueira de Carvalho, 33, acusado de utilizar documentos falsos para efetuar compras em um shopping de João Pessoa, foi preso em flagrante na noite desta quarta-feira (29), por agentes do Grupo de Operações Especiais (GOE) da Polícia Civil e da Polícia Rodoviária Federal. A ação, denominada ‘Azambuja’, contou ainda com o apoio do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco).

De acordo com o delegado do GOE, Cristiano Jacques, agora a Polícia Civil vai investigar se o suspeito estava praticando crime de lavagem de dinheiro, uma vez que apresenta um patrimônio incompatível com suas atividades profissionais.

Após a prisão, Eduardo Welbert foi conduzido à sede da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds), no bairro de Mangabeira, onde aconteceu a autuação em flagrante. Após o procedimento, ele foi encaminhado à Gerência Executiva de Polícia Civil Metropolitana, local no qual permanece à disposição da Justiça.

Com o suspeito foram encontrados vários documentos falsos, cartões de crédito em nome de titulares fantasmas, criados pelo suspeito para conseguir créditos e praticar crimes. “Além dos documentos, foram apreendidos cerca de R$ 14 mil e um veículo Ford Edge, avaliado em mais de R$ 100 mil. Eduardo responde a vários inquéritos em diversos Estados brasileiros”, explicou o delegado.

Outras ações do GOE – Ainda nesta quarta-feira (29), policiais do GOE deflagraram a Operação Abana. O objetivo foi desarticular uma quadrilha de assaltantes, que, segundo a polícia, vinha realizando diversos roubos a veículos, postos de combustíveis e residências em Campina Grande e Região Metropolitana de João Pessoa.

Foram cumpridos mandados de prisão expedidos pela Comarca de Alhandra, resultando na prisão do ex-policial militar Aírton José Felipe Filho, conhecido como Carioca; José Antônio Martins, o “Ceará”, com quem a polícia apreendeu um revolver calibre 38; Alisson Conceição de Brito e Sebastião Alves da Costa.