Fale Conosco

23 de janeiro de 2013

Polícia Civil detém 15 acusados de homicídios em menos de 10 dias



Policiais da Delegacia de Crimes contra a Pessoa (Homicídios) da Capital elucidaram assassinatos, prenderam 12 pessoas e apreenderam três adolescentes envolvidos nesses crimes em menos de 10 dias. O trabalho faz parte do Plano Operacional 2013 da Secretaria da Segurança e da Defesa Social (Seds), que tem como um dos principais objetivos aumentar o número de crimes elucidados e prender acusados de crimes contra a vida, em flagrante ou por meio de cumprimento de mandados de prisão.

No dia 17 deste mês, foram presos Abraão Campina de Moura, José Roberto Batista dos Santos, Maikon Silva Fernandes Oliveira, Kenny Rógeres Gomes da Silva, Marivonaldo Marques Pereira e Janaíse da Silva Ferreira. Um adolescente ainda foi apreendido. O grupo foi autuado por porte ilegal de arma, formação de quadrilha e é apontado como responsável por vários homicídios e roubos a instituições financeiras.

“Apenas o preso Mariovaldo Marques Pereira, conhecido como ‘Dê’, é acusado de dois assassinatos que aconteceram nos meses de março e dezembro de 2011 e tiveram como vítimas os irmãos Erinaldo Cardoso Soares e Ednaldo Cardoso Soares”, frisou Medeiros, acrescentando que duas armas de fogo foram apreendidas com os presos, uma delas pertencente a uma das instituições bancárias.

No mesmo dia ainda foi preso Leandro Costa Silva, o ‘Leandrinho’, acusado do homicídio de Marcílio Pereira da Silva, conhecido como ‘Rato’. O crime aconteceu no dia 14 de novembro do ano passado, no bairro Padre Zé. Com Leandrinho, a polícia encontrou 25 papelotes de cocaína, o que resultou ainda em uma autuação em flagrante nos artigos 33 e 35 da Lei 11.343/2006.

Já Tahyron Anderson da Silva Ferreira foi preso e dois adolescentes de 17 anos apreendidos no dia 15. Eles são apontados como os autores do assassinato de Fábio Emanoel de Assis, conhecido como ‘Fábio Catombo’, ocorrido na comunidade do Timbó, bairro dos Bancários. Um revólver calibre 38, utilizada para o crime, também foi apreendido. “As informações que levaram aos acusados foram repassados à polícia por meio do telefone 197, o Disque Denúncia da Seds”, destacou o delegado Everaldo Medeiros, titular da Homicídios da Capital. Segundo ele, várias ações das polícias têm sido subsidiadas pela própria população.

No dia 9, a morte do modelo Dalmi Coelho Barbosa Filho, 24, foi esclarecida com a prisão de Ana Paula Teodósio de Carvalho, conhecida como ‘Paulinha’, Júlio César Xavier do Nascimento, o ‘Adauto’, Mateus Alves da Silva e André Pedro da Silva. Todos são acusados de planejar e executar o jovem no dia 22 de dezembro de 2012, na cidade de Santa Rita. A arma utilizada para o crime também foi apreendida e encaminhada ao Instituto de Polícia Científica (IPC) para confronto balístico.