João Pessoa
Feed de Notícias

Policia Civil da Paraíba desarticula quadrilha acusada de furtar caixas eletrônicos

segunda-feira, 22 de outubro de 2012 - 15:39 - Fotos: 

A Polícia Civil da Paraíba, por meio do Grupo de Operações Especiais (GOE), desarticulou uma quadrilha especializada em furtos a caixas eletrônicos de agências bancárias, que agia na região Nordeste. Pelo menos cinco crimes praticados pelo grupo, sendo dois ocorridos em João Pessoa, dois no Recife e um em Sergipe foram investigados pela polícia e sete pessoas foram presas.

Os acusados foram presos na última sexta-feira (19), no momento em que tentavam furtar agências nas cidades de Aracajú e Itabaiana (SE). Entre os equipamentos utilizados pela quadrilha para violar os caixas estava uma furadeira do tipo industrial, que foi apreendida pela polícia. Todos os acusados são do estado de São Paulo e alguns já tinham passagem pela polícia. Estão presos: Odair José Moura, 22 anos, apontado como o líder da quadrilha, Rafhael Margado Silva, 26, Paulo Guilherme de Carvalho Neto, 23, Bruno Rodrigues de Andrade, Guilherme Miron da Silva, 19 e Jhonatham da Silva, 22 anos.

Crimes na Paraíba – Os dois furtos registrados em agências na Paraíba ocorreram nos dias 11 de março, quando foi subtraída a quantia de R$ 120 mil; e no dia sete de abril, com o furto de mais de R$ 50 mil. As imagens do circuito interno fornecidas pelas agências bancárias ajudaram a polícia na análise do modo de operação e na identificação dos criminosos.

“Acreditamos que essa quadrilha contava com o apoio de pessoas de cada estado para praticar os crimes, fornecendo informações. Vamos dar continuidade ao trabalho de investigação e prender todos os envolvidos nesse grupo criminoso”, garantiu o delegado adjunto do GOE, Hugo Lucena.

Participaram da operação cerca de 40 policiais civis e militares. Os acusados estão presos em presídios na capital sergipana, local do flagrante, e vão responder pelos crimes de tentativa de furto qualificado e formação de quadrilha.

Entrevista coletiva – Os detalhes da Operação ‘Pescaria’, que contou com apoio das policias Civil e Militar de Sergipe, foram divulgados nesta segunda-feira (22), pela delegada geral Ivanisa Olímpio e pelo delegado adjunto do GOE, Hugo Lucena, durante entrevista coletiva na sede da Secretaria de Estado da Segurança e Defesa Social, em Mangabeira.

De acordo com o delegado que coordenou a operação, estima-se que a quadrilha tenha subtraído mais de meio milhão de reais. “Eles praticavam os furtos a agências específicas por dominarem uma técnica de abertura dos caixas eletrônicos desses bancos. Muitas vezes a violação era tão discreta que os próprios bancos só descobriam o furto no momento de reabastecer os caixas. Após identificarmos o grupo, fizemos o monitoramento até efetuarmos a prisão em flagrante”, detalhou o delegado Hugo Lucena.