João Pessoa
Feed de Notícias

PM completa 179 anos com atividades sociais, culturais e esportivas

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2011 - 16:51 - Fotos: 

A Polícia Militar do Estado da Paraíba completou, no dia 3 de fevereiro, 179 anos de fundação. Criada ainda no período do Império, a PM é o mais antigo órgão público em atividade no Estado. Ao longo de quase dois séculos de história, a corporação foi parte de importantes acontecimentos da história do país, sempre cumprindo a missão de preservar a ordem pública, trabalhando a serviço da sociedade.

Para marcar a data, os batalhões de todo o Estado realizaram diversas atividades sociais, culturais e esportivas. Na Grande João Pessoa, foi elaborada uma programação de tocatas da Banda de Música da Polícia Militar, um dos símbolos da PM, executadas em diferentes praças.

A primeira apresentação aconteceu no dia 26 de janeiro, na Praça da Paz, no bairro dos Bancários, em João Pessoa, seguida por apresentações em Mangabeira, Rangel, no Centro da Capital, Santa Rita, Bayeux e no Espaço Cultural José Lins do Rêgo.Para mostrar um pouco da corporação aos turistas, a banda de música e alguns pelotões estiveram no Busto de Tamandaré, na praia de Tambaú. Muita gentes fez questão de parar para ver e até dançar ao som dos metais e percussão, que tradicionalmente são vistos nos desfiles cívicos. A programação de apresentações vai até o próximo dia 10, com o encerramento na Praça dos Funcionários II.

Ação Social - Na cidade de Patos, o 3º Batalhão de Polícia Militar comemorou os 179 anos da instituição com ações sociais. Em parceria com a Secretaria de Saúde do município, policiais participaram, durante todo o dia, de uma ação na Praça de Alimentação Getúlio Vargas. No local foram disponibilizados exames simples para a população patoense.
Os visitantes também puderam conferir uma mostra dos projetos sociais desenvolvidos pelos policiais da Unidade, a exemplo do Proerd e “Uma Semana Transitando com Você”.

Esporte
– Um torneio de futebol de salão realizado na manhã de quinta-feira (3), no Ginásio de Esporte da Caixa Beneficente da Polícia Militar da Paraíba, marcou a comemoração esportiva do aniversário da Corporação. O Comandante Geral, Coronel Euller de Assis Chaves, prestigiou o evento, que contou com a participação das Companhias ligadas ao 1º Batalhão, que tem à frente o tenente-coronel Jefferson da Costa e Silva.

Homenagem – A data que marca o aniversário da Polícia Militar da Paraíba foi lembrada pelo governador do Estado Ricardo Coutinho, durante discurso proferido na Assembléia Legislativa da Paraíba, na ocasião da abertura dos trabalhos legislativos da Casa. Antes de ler uma mensagem ao Executivo, o governador fez questão de homenagear os integrantes da Polícia Militar.

Em sua fala, o chefe do executivo destacou as ações da PM e demais órgãos da Segurança Pública, nos primeiros 33 dias da atual gestão. 352 prisões e 162 armas apreendidas, além da prisão de assaltantes de banco estão entre os resultados obtidos com a participação dos militares.
 
Ainda na mensagem, o governador anunciou a criação da “Guarda da Reserva”, que representa um passo significativo na valorização dos homens que passaram pelas fileiras da corporação. O projeto prevê a utilização da mão-de-obra dos militares da reserva na prestação de serviço aos poderes legislativo, judiciário e ao Ministério Público, liberado os militares da ativa, que hoje executam essas tarefas, para a atividade fim da Polícia Militar, a garantia da ordem pública.

Atualmente, a PM dispõe de 19 batalhões e 57 companhias, espalhados nas diversas regiões do Estado. O efetivo alcançou a marca de 9.377 homens, coordenados por 27 coronéis, 46 tenentes-coronéis, 103 majores, 250 capitães e 244 tenentes.Na classe dos praças especiais são 28 aspirantes e 42 cadetes. Na base da pirâmide um verdadeiro exército de bravos homens forma a classe dos praças. São 107 subtenentes, 1.649 sargentos, 3.410 cabos e 3.471 soldados, incluindo os recrutas. Esses homens garantem a segurança dos paraibanos nas modalidades de Rádio Patrulha, Ciclopatrulha, Canil, Epemon – policiamento a cavalo, Choque, Rotam – policiamento com motos e o Batalhão de Trânsito, que inclui a Cptran e a Companhia de Policiamento Rodoviário.

Outras duas modalidades estão sendo criadas. Uma delas, a Companhia de Turismo, reúne policiais bilíngües e treinados para o atendimento aos visitantes de nosso Estado. O Batalhão de Operações Especiais – BOPE, já existe de direito e será efetivado nos próximos meses.

O Grupo de Ações Táticas Especiais – Gate, fecha o leque de modalidades da PM. Subordinado diretamente ao Comandante Geral, é o grupo acionado para atender as situações mais críticas e executar ações de alto risco.