João Pessoa
Feed de Notícias

Plenárias do OD Escolar 2012 são realizadas em 804 escolas

sexta-feira, 24 de agosto de 2012 - 17:09 - Fotos: 

Instalações de caixa de som para salas de aula e para o ginásio de esporte, banheiros no ginásio, aquisição de livros de literatura, armários individuais e melhoria da estrutura física, foram algumas das sugestões apresentadas por alunos, professores e funcionários da Escola Estadual de Ensino Médio José Lins do Rego, no Cristo Redentor, em João Pessoa, na plenária do Orçamento Democrático Escolar. O professor Everaldo Izidro Alves representou os professores da unidade de ensino e a aluna Aline Medeiros destacou as propostas dos estudantes.

As plenárias do OD Escolar 2012, que ocorreram nas 804 escolas da rede estadual de ensino, na quinta-feira (23), contaram com a presença efetiva de pais, alunos, professores e técnicos na discussão de problemas e propostas para a melhoria do funcionamento da escola e do projeto pedagógico para os 350 mil alunos da rede estadual de ensino. As plenárias também tiveram a participação de representantes dos conselhos escolares e do Orçamento Democrático Estadual (ODE).

A abertura aconteceu pela manhã, na Escola Estadual de Ensino Fundamental Francisco Campos, no Bairro dos Bancários, com a presença do secretário de Estado da Educação Harrison Targino, e o encerramento da ação desta quinta-feira ocorreu à tarde, na Escola José Lins do Rego, no Cristo Redentor, onde esteve presente a secretária executiva da Educação Márcia Lucena.

Para a diretora da Escola Estadual de Ensino Médio José Lins do Rego, Luciana Veloso, o  OD Escolar é um espaço para a cidadania. “Esse é um exercício da cidadania, momento que demonstra a transparência nos recursos públicos, gerenciados a partir das demandas dos alunos”. Luciana Veloso apresentou os recursos, as despesas, saldos e sugestões da direção no uso do OD Escolar.

O Orçamento Democrático Escolar é um instrumento de gestão democrática da educação  pública em que as comunidades escolar e local são convidadas a participar das decisões sobre a melhor forma de utilização dos recursos que são transferidos diretamente  às escolas. A ação está sendo realizada pela Secretaria de Estado da Educação, por meio da Gerência de Programas de Fortalecimento da Escola (Gprofesc).

No final das plenárias foram votadas e destacadas as necessidades que serão repassadas para o Conselho Escolar, que por sua vez elegerá as prioridades da escola. Após a plenária realizada nas escolas, o Conselho Escolar deverá se reunir e concluir o seu  planejamento, que será encaminhado para a respectiva Gerência Regional de Educação. A próxima etapa será a execução das ações.

Prestação de contas – A escola deverá montar a sua prestação de contas e encaminhá-la à SEE até 30 de dezembro, e apresentá-la à comunidade escolar em uma nova assembleia geral, disponibilizando o demonstrativo dos gastos e o rol dos bens e produtos adquiridos, bem como os serviços realizados.