Fale Conosco

13 de maio de 2016

Plano Brasil Sem Miséria muda vida de famílias em Serraria com acompanhamento da Emater



A assistência técnica continuada proporcionada pela Emater e os recursos obtidos junto ao Plano Brasil Sem Miséria estão mudando a vida de 19 famílias residentes na Comunidade Rural Pau Barriga, no município de Serraria, no Brejo Paraibano, que investiram na criação de ovinocultura, caprinocultura, bovinocultura e suinocultura.

O trabalho dos técnicos da Unidade Operativa da Emater em Serraria, acompanhados pelo Escritório Regional de Solânea, com os recursos do Plano Brasil Sem Miséria, iniciou no ano de 2013 e as atividades produtivas foram iniciadas no primeiro semestre de 2014. A comercialização da produção é feita nas feiras livres de cidades vizinhas e com compradores da região. Também participam da Feira da Agricultura Familiar criada no final do ano passado.

Cada agricultor trabalha em uma área de meio hectare de terra, em média, e anteriormente praticava a agricultura para o autoconsumo na produção vegetal com feijão, fava, milho, mandioca e citrus, além de pequenos animais para fornecimento de proteína à família.

O chefe da Unidade Operativa de Serraria, Gustavo José Barbosa, vem realizando uma assistência técnica continuada com a realização de atividades coletivas com todas as famílias beneficiadas e visitas técnicas a cada unidade de produção. Ele informou que na comercialização foram inseridos alguns agricultores no Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae) do município e na Feira do Agricultor Familiar criada pela gestão Unificada Emepa/Interpa/Emater (GU), vinculada à Secretaria de Desenvolvimento da Agropecuária e da Pesca (Sedap).

Mesmo estando inserida numa região onde as precipitações pluviométricas sempre estão acima da média anual de mil milímetros, os agricultores familiares de Pau Barriga trabalham na perspectiva de construir um reservatório de água para o consumo humano e oferta aos animais. “Uma alternativa seria a construção de cisterna, uma reivindicação dos beneficiários do Plano Brasil Sem Miséria”, disse Ruy Moraes, coordenador regional da Emater.

O técnico Gustavo Barbosa lembrou que no processo de busca ativa de alguns beneficiários foram inseridos no Programa Bolsa Família, emissão de DAP, a construção de aviários e unidades demonstrativas na atividade de avicultura alternativa.