João Pessoa
Feed de Notícias

Picos de energia queimaram equipamentos que já foram substituídos

quinta-feira, 11 de novembro de 2010 - 18:52 - Fotos: 

A Codata – Companhia de Processamento de Dados da Paraíba normaliza na noite desta quinta-feira (11), o funcionamento de todos os seus sistemas. O presidente em exercício do órgão, Fernando Tavares, explicou que dois picos de energia ocorridos no último sábado (6) causaram a interrupção do sistema por cerca de 72 horas. O problema tirou do ar o Sistema Integrado de Administração Financeira – Siaf. Houve queima de peças de um antigo computador. Mas, na manhã desta quinta-feira o Sistema Financeiro do Governo do Estado voltou a funcionar em plena normalidade. Nesta sexta-feira (12), todo o sistema estará funcionando sem problema.

A demora no restabelecimento dos serviços deu-se porque os novos discos de armazenamento de dados foram adquiridos em São Paulo, chegaram na terça-feira e foi preciso mais um dia de testes para poder liberar o sistema.

A Companhia adquiriu em São Paulo novos discos para substituir um disco do computador IBM-H70, uma máquina antiga, que está sendo substituída por novos e modernos equipamentos, investimentos feitos pelo atual Governo do Estado. Apesar dos transtornos causados, a exemplo do atraso no pagamento de fornecedores do Estado, nenhum dado foi extraviado, todos os arquivos estão salvos e sendo inseridos no processo de migração para as novas plataformas, que são pequenos computadores, modernos e com maior capacidade de armazenamento. Eles aposentarão em breve o antigo computador da IBM, que já está fora do mercado.

Fernando Tavares, que é técnico da CODATA há 17 anos, revelou que os cerca de 200 funcionários da Companhia entre efetivos, celetistas e servidores do Estado à disposição, são técnicos competentes e dedicados às suas funções, por isso zelam pela qualidade dos serviços prestados pela empresa de processamento de dados da Paraíba.

O presidente da CODATA garantiu que todos os dados dos discos antigos foram salvos em discos novos e com cópias. “Dificilmente poderá ocorrer outro problema igual ao ocorrido esta semana”, assegurou Fernando Tavares.

Com a migração para modernas plataformas de computadores, os novos sistemas de processamento de dados utilizados pelo Governo do Estado já funcionam no Departamento Estadual de Trânsito – Detran e por esta razão o órgão não foi atingido pelo problema. Fernando Tavares revelou ainda que a CODATA não tem nenhuma relação política. “O que houve foi um problema técnico, a CODATA trabalha com transparência e clareza”, destacou.

Josélio Carneiro, com fotos de Ernane Gomes, da Secom