Fale Conosco

20 de dezembro de 2013

Pesquisa do Procon-PB aponta variação de até 473% nas mensalidades de academias da capital



Os preços de mensalidades de academias em João Pessoa variam até 473%. A constatação é da pesquisa realizada pelo Procon-PB em 20 estabelecimentos da Capital nos dias 16 e 17 de dezembro. A modalidade que apresentou a maior variação de preços foi a musculação, cuja mensalidade custa entre R$ 30,00, na Deir Academia e SP Muscle, e R$ 172,00, na Academia Superação.

Já para o pacote de musculação e ginástica, a variação é de 445%. Os preços de mensalidade custam entre R$ 50,00 (na Academia Mesquita) e R$ 272,50 (na Fyb Academia). No caso do pacote que inclui dança, musculação e ginástica, os preços vão de R$ 80,00, na Pro-Life Academia a R$ 140,00 na Corpo Livre, perfazendo uma diferença de 75%.

O secretário executivo do Procon-PB, Marcos Santos, ressaltou que alguns estabelecimentos podem oferecer preços diferenciados de acordo com os horários das atividades. “Algumas academias oferecem descontos em determinados horários e também no caso de matrículas de mais de uma pessoa na mesma família. Para economizar, o consumidor pode então se valer disto e barganhar preços mais baixos”, ressaltou.

A pesquisa completa pode ser conferida no site do Procon-PB (www.procon.pb.gov.br), no link ‘Pesquisa de Preço’ ou na sede do órgão de defesa do consumidor, localizada no Parque Solon de Lucena, 234.

Mudança de expediente – Entre 20 de dezembro e 6 de janeiro, o Procon-PB terá o horário de funcionamento alterado. A mudança ocorre devido ao recesso forense, que inclui Tribunais e a Defensoria Pública. Conforme portaria assinada pelo secretário executivo do Procon-PB, Marcos Santos, durante este período, o atendimento aos consumidores no órgão de defesa do consumidor será reduzido e o expediente diário ocorrerá das 8h às 13h.

Já nos dias 23, 24 e 25 deste mês e nos dias 30 e 31 de dezembro e 1º de janeiro de 2014, o expediente será suspenso em virtude dos festejos de Natal e Ano Novo, respectivamente. Ainda conforme a portaria de número 24/2013, realização de audiências de conciliação e os prazos processuais ficarão suspensos entre esta sexta-feira (20) e o dia 20 de janeiro.