Fale Conosco

17 de dezembro de 2014

Pesquisa do IBGE revela queda de 46% no índice de mortalidade infantil na Paraíba  



O índice de mortalidade infantil teve redução de 46,02% em um período de quatro anos na Paraíba, apontou a Síntese de Indicadores Sociais (SIS) do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgada na manhã desta quarta-feira (17). De acordo com os números, no ano de 2009, para cada mil crianças nascidas no estado, 35,2 morriam. Já em 2013, para cada mil crianças nascidas, 19 morriam.

Ainda segundo a pesquisa, a Paraíba é o quarto estado nordestino com o menor índice de mortalidade infantil, ficando apenas atrás de Pernambuco (14,9 por mil), Ceará (16,6 por mil), Rio Grande do Norte (17 por mil) e Sergipe (18,9 por mil). A Paraíba também está à frente da média regional, que foi de 19,4 por mil crianças nascidas vivas.

Com relação à expectativa de vida, a Paraíba também teve um bom desempenho. A média passou de 71,9 anos em 2012 para 72,3 anos em 2013. Nesse quesito, a Paraíba está à frente de estados como Sergipe e Alagoas, com 71,9 anos e 70,4 anos, respectivamente, e ligeiramente à frente da média regional, que é de 72,2 anos.

Com relação à expectativa de vida por sexo, os dados da SIS ainda mostram que as mulheres paraibanas vivem mais que os homens. Em 2013, elas tinham 76,2 anos contra 68,4 anos deles. Em 2012, elas viviam 75,8 anos, enquanto os homens viviam em média 68,1 anos.

A SIS 2014 tem como base as informações colhidas durante a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) 2013, além de fontes de dados como o Censo Demográfico 2010, a Projeção da População do Brasil por sexo e idade 2013, e bases de dados do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), do Ministério da Educação, e Sistema de Informações sobre Mortalidade (SIM), do Ministério da Saúde.

.