Fale Conosco

13 de março de 2015

Pesquisa constata que 68,4% dos doadores do Hemocentro de Campina Grande são assíduos



A Pesquisa de Satisfação do Doador, que é realizada mensalmente pelo Hemocentro Regional de Campina Grande, constatou que, durante o mês de fevereiro, a maioria, que corresponde a 68% dos que responderam à pesquisa, declarou já ter doado sangue outras vezes. Também foi maioria, 73,2%, o número de doadores que procurou o Hemocentro de forma espontânea, motivados pelos sentimentos de amor e solidariedade ao próximo.

Outras motivações para doações foram direcionadas a parentes ou amigos. Também houve, no mês passado, o caso de uma doação autóloga, quando a pessoa necessita passar por algum procedimento cirúrgico e doa sangue a si mesma.

Os questionários foram respondidos de forma espontânea por 75 doadores, que registraram as suas sugestões e reclamações, que são utilizadas como ferramenta administrativa para a melhoria dos serviços do Hemocentro Regional de Campina Grande, uma vez que todas elas são encaminhadas aos respectivos setores pela Gestão de Qualidade.

Também na pesquisa são avaliados o fornecimento de informações por parte do Serviço Social e os demais setores, desde o atendimento na recepção, pré-triagem, entrevista, coleta, lanchonete, o tempo de espera e as instalações físicas do Hemocentro. Dentre esses serviços, o que recebeu, pelo segundo mês consecutivo, a melhor avaliação entre os doadores de sangue foi a recepção, com o conceito “bom” na opinião de 97,3% deles.

Ainda em relação à pesquisa, a maioria dos doadores de sangue, 72%, foi de homens e a faixa etária com maior número de doadores, assim como aconteceu no mês de janeiro, foi de 29 a 39 anos, com 37,3%. A menor foi acima de 60 anos de idade, com apenas um caso e também houve um doador menor de 18 anos de idade, que compareceu acompanhado por um responsável, que deu a autorização. A maioria dos doadores tem ensino superior incompleto (24%).