Fale Conosco

9 de setembro de 2009

Pela negociação, serão construídas 38 cisternas e reformadas 26 casas das terras no Conde



O presidente do Instituto de Terras e Planejamento Agrícola do Estado da Paraíba (Interpa), Álvaro Dantas, atendeu reivindicações dos agricultores do assentamento de Tambaba, no município do Conde, que invadiram a sede da instituição na tarde desta quarta-feira (9). Após reunião, os trabalhadores desocuparam o prédio.

Álvaro disse que a instituição vai providenciar junto à Secretaria de Infraestrutura a construção de 38 cisternas e um poço profundo no assentamento. O Interpa vai reformar 26 casas da localidade e solicitar a sinalização da PB-008 no trecho que corta a propriedade ao Departamento de Estradas de Rodagem (DER). O serviço deverá ser executado num prazo de 30 dias.

Já com relação ao título de posse da terra, o presidente do Interpa falou que os agricultores terão que aguardar a decisão da justiça. “Vamos atender todas as reivindicações dos agricultores, mas com relação ao título de posse do assentamento Tambaba eles precisam aguardar, porque o caso está ‘sub-judice’ e a questão será decida na justiça”, acrescentou.

O Governo do Estado desapropriou o assentamento Tambaba no ano de 1988 e pagou a indenização à pessoa que na época se apresentou como proprietário. Em seguida, o proprietário legítimo do terreno entrou com uma ação na justiça para que o Estado pagasse a indenização. Desde então, os agricultores aguardam a decisão que lhes vai garantir o título da posse da terra. Hoje, vivem no assentamento 40 famílias. 

Gledjane Maciel, com fotos Ernane Gomes, da Secom-PB