Fale Conosco

13 de janeiro de 2015

Peças em fios lideram as vendas no Salão de Artesanato da Paraíba



artesanato foto walter rafael 10 270x194 - Peças em fios lideram as vendas no Salão de Artesanato da ParaíbaMandalas, luminárias na cabaça, mosaico, peças em fios, couro, fibras, barro, madeira, tecelagem, pedra, metal, osso, artesanato indígena, brinquedos populares, cordel, xilogravura e algodão colorido. Todas essas tipologias podem ser vistas e adquiridas até o dia 25 de janeiro no 21º Salão de Artesanato da Paraíba, instalado na antiga associação do BNB, na orla do Cabo Branco, em João Pessoa.

Com o tema “Das mãos floresce o crochê”, a 21ª edição do salão reúne trabalhos produzidos por quase três mil artesãos do Estado. Danielle Assunção, de Campina Grande, produz luminárias e bonecas feitas com cabaças perfuradas e coloridas. “Eu pego a cabaça no estado bruto, decoro e pinto. Os preços variam de 90 a 150 reais”, declara a campinense.

Elcío Antonio produz há 30 anos mandalas tridimensionais, feitas com um tipo de arame chamado alpaca dura e tem finalidades terapêuticas para ajudar na concentração e aliviar as tensões. Maria Ângela, esposa de Elcio, explica que as mandalas têm medidas milimétricas e facilitam o uso simétrico do cérebro. As mandalas são usadas há mais de três mil anos pelos monges do Tibete. Os preços variam entre R$ 40,00 e R$ 100,00.

artesanato foto walter rafael 111 270x194 - Peças em fios lideram as vendas no Salão de Artesanato da ParaíbaA gestora do Programa de Artesanato da Paraíba, Lu Maia, revela que a visitação está aumentando nos últimos dias com a presença de turistas que lotam a cidade de João Pessoa neste verão. “As expectativas são as melhores em termos de vendas e as crocheteiras estão vendendo com muito charme os seus produtos”.

No ranking das vendas estão pela ordem: fios, habilidade manual, madeira, gastronomia, cerâmica, couro e algodão colorido.

A turista Alessandra Sena, pernambucana de Olinda, já visita o Salão do Artesanato Paraibano há alguns anos. Ela destaca a variedade e beleza das peças produzidas pelos artesãos da Paraíba. “As peças encantam, são bem trabalhadas”.

Além do artesanato, há ainda gastronomia regional e apresentações musicais. O Salão funciona de segunda a sábado, no horário das 15h às 22h, e aos domingos das 15h às 21h. A visitação é gratuita. Mais informações através dos telefones (83) 3218-4060 / 8815-5009, nas redes sociais facebook.com/artesanato.pb , artesanato.pb.gov.br ou através do e-mail artesanato_pb@yahoo.com.br.